https://www.poetris.com/

DEMOCRACIA

 
A DEMOCRACIA, É UM DIAMANTE MAL LAPIDADO

DE ALBERTO DA FONSECA

01/03/2008
 
DEMOCRACIA

Liberdade

 
"Viva como um pássaro
Voe acima das nuvens
Eleve seu olhar além das montanhas
Deixe o vento te conduzir
Há enfrente uma liberdade sem fim."
 
Liberdade

A MORTE POR VEZES É UM BEM

 
^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^
^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^
^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

A morte por vezes é um bem.

Se for um cretino que morre, é um bem para os que ca ficam é um cretino a menos; e para o cretino também é um bem, fica livre das criticas que lhe tecem

A. da fonseca
 
A MORTE POR VEZES É UM BEM

LIBERDADE !

 
Deixemos que o amor tome conta dos nossos corações e mentes, muito acima e além das nossas meras opiniões ideológicas.

Somente assim, poderemos vivenciar um futuro de paz, como nós sonhamos, e como nossas crianças precisam.

A verdadeira Liberdade saberá encontrar um Caminho de equilíbrio onde, mesmo os contrários terão a certeza de que, talvez, tudo o que precisamos para vivê-la plenamente, é o gesto amoroso e urgente do PERDÃO!

Saleti Hartmann
Cândido Godói-RS
 
LIBERDADE !

Liberdade

 
No final de contas, todos queremos ser livres para nos prendermos ao que nos liberta.
 
Liberdade

Censura

 
Censura
 
A censura começa quando tentamos, por qualquer meio à nossa disposição, condicionar a liberdade dos outros.

Neno
 
Censura

Dependência

 
São eternos dependentes do sistema, aqueles que vivem na filosófica mentira da palavra liberdade.
 
Dependência

Sou Livre de Brincar, Sentir ou Sonhar!

 
Brinco com as palavras como uma criança que brinca na inocência com um qualquer brinquedo em que constrói o seu segredo ou mostra o seu prazer sem enredo…
São palavras que correm pelo meu rio da imaginação, roubo-as e devolvo-as porque as quero apenas durante a brincadeira que me pode entreter ou desafiar como um jogo em que queremos jogar e ganhar…
Não as compro porque são de graça e na graça das palavras consigo sorrir com elas e na alegria que existe jogo até ao infinito que me faz chorar na busca da compreensão do sentido que quero entender… não que elas queiram transmitir-me algo porque sou eu que quero entender o seu sentimento á minha maneira, porque cada um é livre de brincar, sentir ou sonhar!

Sei onde as palavras moram, como um segredo bem guardado e sempre que me apetece brincar vou tocar á sua porta, timidamente, pedindo-lhes para brincarem… e os anos passaram, fui perdendo todas as outras brincadeiras e aqueles que comigo brincavam também foram em direcções opostas… resta-me hoje a amizade de algumas palavras, o conselho sábio de outras e a brincadeira de quase todas. As palavras são as minhas melhores amigas, o meu melhor sentimento ou a minha maior ilusão… são o que são, que me importa se sou livre de brincar, sentir ou sonhar!
 
Sou Livre de Brincar, Sentir ou Sonhar!

"LIBERTAR OS SENTIDOS"

 
SONS ANCESTRAIS:

(Por Ana C./ SOB_VERSIVA)
(De " A Ordem das Coisas não Escritas" )
 
"LIBERTAR OS SENTIDOS"

Quero ser como uma Gaivota!!!!

 
Quero ser como uma Gaivota
Quero voar em direcção à Liberdade
Não admito, nem quero a Derrota,
Sem sentir o doce sabor da Felicidade...
 
Quero ser como uma Gaivota!!!!