https://www.poetris.com/

Poemas, frases e mensagens de RICARDO DE OLIVEIRA

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de RICARDO DE OLIVEIRA

A FÉ COMO SELO

 
154-A fé é o selo que Deus nos deu para que nosso caráter seja inviolável.
 
A FÉ COMO SELO

DEDUÇÕES

 
As deduções dos homens são que constroem grandes historias.
Um simples olhar em um quadro supõe-se uma historia de milhares de anos,
nenhuma historia é corretamente verdadeira.
 
DEDUÇÕES

DIARIO MALÉFICO

 
DIÁRIO MALÉFICO

Aonde houver dose de tristeza

Será minha alegria,

Aonde houver dose de amor

Vou ser o torturador,

Aonde houver dose de amargura

Saborearei com doçura,

Aonde houver dose de pranto

Ai sim hei de rir tanto,

Aonde houver dose de violência

Não terei clemência,

Aonde houver dose de morte

Ali será minha sorte.



Mas havendo dose de alegria

De tristeza eu fugiria,

Havendo dose de amor

Vou gritar de dor,

Havendo dose de doçura

Chorarei de amargura,

Havendo dose de clemência

Como farei a violência?

Havendo dose de vida

Em mim sairá ferida.



Aonde se clamar por esse Cristo

Estará selado meu juízo,

E havendo em tudo isso luz

Aqui estará aquele JESUS.



COMO NÃO SOU BABACA

SAIREI EM DISPARADA,

MAS SE VOCÊ MARCAR

PODE CRER VOU VOLTAR AR... PUF
 
DIARIO MALÉFICO

FLORES MORBITAS

 
FLORES MÓRBIDAS
Mortas sois pétalas febris,
mortos sois cravos.
[Que importa] se a porta
agora grade sois?
A rua vinha olhar te quase nua,
que aborta jaz estuprada
aberta no fim de agosto,
quando vais ir verem partir?
Quantos eram aqueles Sol?
era apenas um!
Estavam sem argumento
para expressar o pensar?
Fugiram lhes os sorrisos,
e nas lagrimas o fel
de murmurar seu indagar de ser.
Á noite brincavam
de pular cercas e montes,
a lua uivava
abocanhado as nuvens
que em forma de cordeiros
ficavam há olhar.
Não era manhã
para ser um amanhã,
o dever do sol era
abortar sempre ao meio dia.
A porta não berrava, a flor
não brotava.
A porta aberta chocava
entre aberta tal hierarquica,
e Eva sucumbiu numa
entrega especial a erva,
que no campo secava.
No cume da América
voavam seus pensamentos.
Polegares se encontravam nas
antenas interligadoras de vozes.
Em uma igreja quase milenar
abrigava o tempo em sua torre
que seguia sem despertar
o cacique de feições dura
contemplando a tribo de concreto.
Do cume dos Andes
Viam pombos sem paz,
no céu cinzento com aviões
de papel crepom
que cingia o sol vesgo.
Do sul vinha o choro
aonde ontem ainda
homens de fogo sentaram ali.
Fizeram o possível
para terem corações,
mas que pena
seus olhos emudeceram
tais palavras.
Com o sorriso cínico
cometeram sacrilégios
de serem para eles água e fogo,
eram água e fogo
na imensidão do mar.
Não era fato
o verbo que se fez
carne crucificada num ato consumado
no sentido inverso
da estrada escura,
com cheiro de suor
e gosto de sangue coalhado
nos lábios dos vampiros.
Era a síntese dos solitários,
quantos corações solitários
vagavam pelas noites,
imploravam por quem partiu ou chegou
chorando pelos telefones de latinhas.
Gritavam na cara da noite,
gemiam nas frestas das portas
e não dando mais
faziam do espaço aberto
abismos de estrelas para
entrarem para um paraíso
mais que incerto.
Faziam uma força
para se sentirem felizes,
mas eram tristes
no eco da natureza.
seus avôs foram tristes,
ser triste era uma sina
que os alegravam o viver
de tal tristeza morriam suas almas
companheira de todos os dias
fez ver no espelho
uma torre que caiu sobre o peso das águas
de mais que um calibre estático e febril
grã gare ,,,
braços,pernas,pescoço
e um plástico preto
que saia ao vento
levandoo que sobrou
de Antonias e Tiões.
Seus pensamentos
eram serragem com partículas eletrificadas.
Rumores nos corações
eram digeridos na rua
o alicerce de ser,
os corpo alumiados
n”alma arcaica.
Uma luz
penetrava neste mundo,
poderiam mover-se?
Muito isolada
ate mais perto
do que pensavam os meninos.
Havia galhos abertos
na frente.
Homens num mundo
sem corpos, sexo e sorrisos
sem unha ou lapides.
O ser era leve,
flutuava sobre suas cabeças
querendo lhes possuirem,
mas diluíam-se em cada poste.
 
FLORES MORBITAS

FORMULA DOS VENCEDORES

 
Desesperar nunca acomodar jamais, esta é a formula dos vencedores.
 
FORMULA DOS VENCEDORES

O DESAVIO DE SER HOMEM

 
FELIZ É O HOMEM QUE DIZ O QUE A HUMANIDADE TEM QUE OUVIR

UM HOMEM DIZ O QUE PENSA E PRONTO, ESTARÁ PRESO POR SUA VERDADE.
A TRISTEZA DE TAL HOMEM PASSA A SER O ATO MAIS INSANO DE
SUA ALEGRIA
PARA ELE É DIFÍCIL VIVER COM SEUS DEFEITOS, QUE LOGICO.
SÃO SUAS MAIS PERFEITAS VIRTUDES.
BUSCA CONSTANTE ELOGIO É SINAL DE UMA CONSTANTE AMARGURA.
O SISTEMA QUE O CERCA NÃO É BOM PARA ELE (CELESTIAL)
QUANDO A LIBERDADE CAMINHA ELE SE FAZ TIRANO.
SEM PODER GERA UM PODER PARALELO
SUA LUTA É SEM TRÉGUA EM SEU INTERIOR GERA UM HIPÓCRITA.
O HOMEM ANDA DE UM LADO A OUTRO TENTANDO SEU VERSO ACHAR,
AS VEZES TAL IMAGINAÇÃO DA FUGA Á PROCURA DAS PALAVRAS
VÊ-SE MUDO SEM SE ACHAR É MAIS UM,
 
O DESAVIO DE SER HOMEM

CONSPIRAÇAO DO SILENCIO

 
CONSPIRAÇÃO DO SILENCIO
Aonde jorra seu sangue
há cheiro de terra vermelha
Misturada em seu DNA.
Gritos do silencio
junto aos beijos juvenis.
Susana grita Paolo,
Paolo dorme de bruços
Na areia da praia,
A praia é grande,
Há pisadas de coturnos na areia
tais massacraram suas palavras,
Sonhos e a miscigenação
Do orgulho calado de um filme
e de seu poema.
PARA PASOLINI O GRANDE.
 
CONSPIRAÇAO DO SILENCIO

POEMA CONCRETULAR( ZONA DESCONHECIDA)

 
ZONA DESCONHECIDA
{ prost}}}}}}}
[]]}}]][{tuti,]]}}
$$$$$via$$$$$
?///?//?//?//
^ÇÇÇÇÇida$...
 
POEMA CONCRETULAR( ZONA DESCONHECIDA)

ÊXTASE DAS PAIXÕES

 
ÊXTASE DE PAIXÃO
Sonhei que te tocava o corpo,
flexivo sobre te flexionavas sempre...
teus Lábios e línguas
sempre a nos
desejar,
como a um terremoto
sem limites
que ignora vidas.
Em uma infinita
escala de paixão
acordei suado,
no peito e na alma
uma chama
vermelha.
Ardia em meu coração
Alago estranho que me fez
sair a correr com medo
do tempo e de você.
Eu arrepiava, e delirante gritava seu nome.
Agitados estavam nossos gritos
enchendo de gozo a madrugada.
Porem gemia
lá fora uma voz;
---Vamos durma na sala
Para que sintam
O frio da cerâmica
nas vossas costas nuas,
E que teus gemidos
De tão loucos chegaram ate a mim,
quem sou?
Sou uma parte de vossas loucuras.
Venho no calor da noite
Se resistires ao meu fogo
vosso êxtase não se apagara.

As deduções dos homens são que constroem grandes historias
 
ÊXTASE DAS PAIXÕES

MULHER PILOTODO HOMEM

 
81-A mulher com sua sensibilidade leva o homem aonde quer, no leito leva-o ao paraíso, na vida ao inferno se assim o quer.

A mulher é a piloto do homem, ela pode leva-lo a ser um campeão como mais um nas estatisticas de acidentados do transito.
 
MULHER PILOTODO HOMEM

A COLINA

 
A COLINA
A musica que vem
Lá do alto da colina,
Sopra uma paz
Que vai enchendo
Meus pulmões.
Calma esta m’alma
E como é doce a vida
Neste lago de águas claras,
Por isso estou ansioso
Para nascer.
 
A COLINA

INTELECTO

 
72 O homem que pensa com a emoção mata seu intelecto, mas o que abraça a razão o imortaliza.
 
INTELECTO

AUGUST E CAMILLE( A LOUCURA PRATEADA)

 
ALGUST E CAMILE(LOUCURA PRATEADA)
O homem come o pedaço do silencio,
Olha o vazio,
Olha o sonho com suas enfunes
Que Gemem aos cacos.
Sus gritos na noite procura
a gota do sêmem com gosto
de canela á chantili.
Os postes escoram meninos
todos gritam de prazer, que cozo
em seus nervos tortos,
gritos torcidos
moscas nas veias,
Tudo vai neste caos.
Gemem seus cactos verdes
naqueles braços enfraquecidos
na flor da pele os ossos e veias
num cozo.
Sobre um caixão
Cantigas e rezas,
Por quem não se faz
Mais que dormir e dormir.
Pó que gera ópio num manto de ouro
Sobre o corpo nu,
Humilis di corpus Algust.
LOUCURA PRATEADA

SANGRA
Qualquer palavra
Assalta-me
Atira-me aviva mata-me
Mais que um grito
Menos que o tiro
Que canta e sangra,
Mais que a paz
Menos que guerra,
Ouço alguns tiros.
 
AUGUST E CAMILLE( A LOUCURA PRATEADA)

SONS D"ALMA

 
OS SONS DE M”ALMA”
As batidas do coração
Soam como notas de paz,
Que correm
Por todos os rios
Do corpo,
Por isso posso crer
Que vivo em um templo
Rebocado de luz
E pintado com o pincel
Da serenidade.
Há uma fonte de águas claras
Doce como o mel,
Vai descendo os montes
Que contornam meu ser,
Forma um rio de infinita paz
Que rega meu coração
Para que cresça em mim
Um bosque cheio de
Frondosos pés de amor.
A minha alma
É uma cidade feliz,
Ela é cercada por colinas
Repleta de ouro de ofir.
De cada uma delas
Desce um riacho de paz
Que se encontram em meu coração
Formando um lago de amor.
A minha alma chama-se felicidade.
Três sinos repicam
Dentro de meu coração.
Seus nomes são;
Pai das luzes,
Filho da luz
E Espírito santo,
Eles falam entre eles
Palavras de conforto
E paz que enchem meu ser.
Aquele que me diz
Coisas doces,
Chama-se príncipe da paz
Filho do Rei da criação.
Em seu reino
Não há noite
Apenas o dia.
para morar ali
a senha para entrada
é um coração puro
para o adorar.
Juro-lhe
Amizade e amor
Eterno,
Ao amor entre amantes,
De apenas te amar
Ate que as batalhas
Tente-nos, você sabe,
Porem não conseguiram,
Se almejarem sucesso
Sei que haverá muitas
Chances em seu jardim
Rosas de nomes perdões.
Como te amarei.
Presos estarão
No concreto amargo
Oh gaza de minha paz.
Suas lagrimas de mel
A de adoçar meus beijos
Em teu rosto de flor.
Tudo será possível
Em meu sentido
De te amar.
Meus sinos repicaram
Sempre a anunciar
A sua ausência,
Minha rima será cega
nesta paixão sofrida.
ES indecifrável oh propriedade
dos poetas,
mas toda religiosidade é cultural, é o folclórico.
nada é espiritual, tudo é natural.
nada é eterno, tudo jaz no tempo.x
 
SONS D"ALMA

O DESAVIO DE SER HOMEM

 
FELIZ É O HOMEM QUE DIZ O QUE A HUMANIDADE TEM QUE OUVIR

UM HOMEM DIZ O QUE PENSA E PRONTO, ESTARÁ PRESO POR SUA VERDADE.
A TRISTEZA DE TAL HOMEM PASSA A SER O ATO MAIS INSANO DE
SUA ALEGRIA
PARA ELE É DIFÍCIL VIVER COM SEUS DEFEITOS, QUE LOGICO.
SÃO SUAS MAIS PERFEITAS VIRTUDES.
BUSCA CONSTANTE ELOGIO É SINAL DE UMA CONSTANTE AMARGURA.
O SISTEMA QUE O CERCA NÃO É BOM PARA ELE (CELESTIAL)
QUANDO A LIBERDADE CAMINHA ELE SE FAZ TIRANO.
SEM PODER GERA UM PODER PARALELO
SUA LUTA É SEM TRÉGUA EM SEU INTERIOR GERA UM HIPÓCRITA.
O HOMEM ANDA DE UM LADO A OUTRO TENTANDO SEU VERSO ACHAR,
AS VEZES TAL IMAGINAÇÃO DA FUGA Á PROCURA DAS PALAVRAS
VÊ-SE MUDO SEM SE ACHAR É MAIS UM,
 
O DESAVIO DE SER HOMEM

O CARATER DE DEUS

 
152-A fé verdadeira esta no temor que sentimos quando nossoS corações nos alerta para o que é contrario ao caráter de Deus.
153-Deus não é imidiatista como os homens.
 
O CARATER DE DEUS

A DOS CORAÇÕES

 
156- Para cada atitude de nossos corações existe varias conseqüências.
157-O caráter do Pai é o espelho que ira refletir o futuro do filho.
 
A  DOS CORAÇÕES

A EXECUÇÃO DA IRA

 
O que mata a ira é uma leve palavra de misericordia, com uma palavra de ira sangramos o
peito de nosso semelhante, com a de misericordia nos cicatrizamos.
 
 A EXECUÇÃO DA IRA

OS HOMENS E SUAS DEDUÇÕES

 
As deduções dos homens são que constroem grandes historias, num simples olhar em um quadro supõe-se
uma historia de mil anos,por isso nenhuma historia
é corretamente verdadeira.
 
OS HOMENS E SUAS DEDUÇÕES

O SIENCIO DAS LAGRIMAS

 
-O silencio de tua lagrima é diferente, ela tem o designo de ser pura.
192-Sabemos que não é fácil perdoar, mas para que o nosso espírito ressuscite,
o perdão é essencial.
 
O SIENCIO DAS LAGRIMAS