https://www.poetris.com/

Poemas de relacionamentos

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares da categoria poemas de relacionamentos

As rosas são as saudades de amor 🌹

 
As rosas são as saudades de amor 🌹
 
As minhas mãos são como as saudades de amor
Cartas escritas no desejo do teu corpo aveludado
Como as leves pétalas de rosas, seda e cetim
Feitas em poemas que repousam ternamente

Entre as nuvens e afagos da minha dor, do meu amor
Perdidas e esquecidas entre as fragas da vida onde
Os olhos cheios de mar, voz que murmura ao meu ouvido
Ternamente escrita no teu olhar, acorrentada na minha pele

Cala a mágoa quando falo de amor, inventa-me e invento-te
Mãos vazias no silêncio, onde esconde a minha dor, desamor
Palavras que gritam nas noites frias e silenciosas como uma rosa
Do tempo do amanhecer escritos no meu coração

Onde gritam todos os silêncios num doce olhar, sem te prender
Calor da tua voz a ternura do teu olhar um instante de paixão
A tua mão presa na minha mão o meu corpo ardente no teu
As rosas nas minhas mãos são como as saudades de ti meu amor.

👒🌹
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
As rosas são as saudades de amor 🌹

O perfume da tua pele me enlouquece💕

 
O perfume da tua pele me enlouquece💕
 
O perfume da tua pele me enlouquece
Como uma louca repleta de felicidade
Aroma do teu corpo que carrego dentro de mim
Está impregnado entre a minha pele e a tua
💕
Assim como tu carregas o sabor do meu corpo
Eu carrego no meu peito, o teu coração
Que floresce na minha alma como eu gosto
Na parte mais profunda da minha pele com a tua
💕
Entre os sabores que se amam em abraços
Rostos suados que forjam paixão nos nossos corpos
Para derreter em ti gemidos sussurrados no tempo
Momentos nossos sem pudor sentidos em nós
💕
Amores procurados no espaço de belos sentimentos
Em momentos que a tua alma cobre o meu coração
Derretendo de desejo na minha pele, numa eternidade
Transbordando a loucura que inflamas com a tua boca
💕
Onde beijas o meu corpo e a minha alma de uma maneira
Tão perversa e tão louca, como só tu sabes.

💕
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
O perfume da tua pele me enlouquece💕

Quero amar-te sentir o teu abraço ♥

 
Quero amar-te sentir o teu abraço ♥
 
Quero sentir o teu forte abraço
Encostar a minha cabeça no teu ombro
Sentir o teu calor, encher minha alma
Que muitas vezes está vazia de palavras
Quero amar-te e estar contigo esta noite
Como se não houvesse mais ninguém
Vou dançar na praia e navegar no teu corpo
Até ao por do sol, vou passear contigo
Entre as estrelas de abraços dados ao luar
Quando os meus lábios tocarem nos teus
A saber a sal e o cheiro da maresia na tua pele
As ondas sagradas vão chamar pela lua
E pelos ventos dos teus desejos
E dos teus sussurros que os teus lábios
Não conseguem guardar com o som do mar
Soltarás a nascente do fogo e da vida
Estenderás os teus braços para que eu adormeça
Sentirei o beijo da noite
Ouvirei as ondas e sentirei a brisa fresca
E assim sei, que fiz amor contigo meu amor.

╰⊱♥⊱╮💕╭•⊰ 🌺

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Quero amar-te sentir o teu abraço ♥

Meu amor porque que choras💕

 
Meu amor porque que choras💕
 
Meu amor porque que choras
Perguntas tu
Beijas a minha face
Enxugas as minhas lágrimas
Abraças-me e eu
Aconchego-me no teu calor
Quero proteger-te, amar-te
Dar-te segurança, tranquilidade
Fazer-te feliz, não chores mais
Deixa-me cuidar de ti, eu estou aqui
Deixa-me secar as tuas lágrimas
Com os meus lábios
Meu amor não chores mais dizes tu
Tu sabes que 💕
Amo o castanho dos teus olhos
Amo o mar que tu tens por dentro
Amo a profundidade dos teus abismos
Amo a complexidade do teu ser
Amo a loucura que vejo em ti
Amo todos os teus pensamentos
Amo tudo em ti, em ti meu amor.

💕
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Meu amor porque que choras💕

Eu quero impregnar a tua pele ⊱♥⊱╮

 
Eu quero impregnar a tua pele ⊱♥⊱╮
 
Eu quero impregnar a tua pele
Moldá-la como uma artesã
Mas sou apenas uma pobre poeta
Às vezes triste com tua ausência

Outras vezes melancólica como as cotovias
Que voam entre sombras e suspiros
Gotas de orvalho de sentimentos
De abraços nostálgicos em chamas

Que consomem o meu sangue
Talvez um limbo da vida e da morte
Estou farta da minha louca loucura
Bússola de uma trepadeira invisível

Onde pulas o meu muro quente
Para alcançar o santuário dos meus seios
E as flores do meu jardim secreto
Vento refluxo das ondas da almofada

Para escrever um sonho no coração
A andorinha procura um ninho nas ondas
Da tua boca no beijar do teu silêncio em sal
Janela da nossa cama, vejo a lua, o vento chegar

Carícias de mel, como se de uma fragrância se tratasse
Beijo da nossa cumplicidade no tocar do sino a meia-noite.

╰⊱♥⊱╮💕╭•⊰ 🌺
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Eu quero impregnar a tua pele ⊱♥⊱╮

Amo-te com as lágrimas da felicidade folha💕

 
Amo-te com as lágrimas da felicidade folha💕
 
Amo-te com as lágrimas da felicidade
Por toda a minha infinidade
Escrevo-te meu amor este poema

Com a saudade estas palavras
Que tu talvez nunca irás ler
Amo-te mesmo com medo

Das horas que apoderam-se de mim
Escrevendo-te com a dor
Do nosso amor já amadurecido

Amo-te nas horas de entrega
Onde nos conjugamos
Nas lágrimas de dor convertidas em alegria

Feitas em dias, horas, minutos de felicidade
Sem limites onde juntos
Juramos ao luar amor eterno

Amo-te tanto que dói, só de te o dizer
Escrevi numa folha tudo que sentia
Mas nunca, irás ler
Porque rasgarei a folha, lançando-a ao vento

O malandro do vento
Trouxe de volta a folha com toda a felicidade.

🌹💕
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Amo-te com as lágrimas da felicidade folha💕

*Sentir a brisa do mar amar-te ao luarღ

 
*Sentir a brisa do mar amar-te ao luarღ
 
Quero sentir a brisa do mar
Amar-te na areia e ao luar
Sentir as ondas a bater nos meus pés
Mergulhar neste mar profundo
Que é o teu amor
Ser uma sereia, amar-te sem fim
És a brisa que me refresca na noite quente
Eu quero amar-te e sentir o teu calor
Abraçar-te e ver-te no reflexo dos meus olhos
Dá-me o teu colo que eu quero deitar-me
Para sentir o teu coração a bater de amor
És a loucura que domina-me
nos momentos de paixão
Nesta lua linda deste céu estrelado amar-te
Na areia é como o cheiro doce da nossa emoção
És o alimento que me dá força para viver
Quando a luz do sol brilhar, eu estarei a amar esse
Teu olhar, um abraço forte da nossa paixão
Que eu posso sentir, senti o teu amor
Juntinho ao meu, tu és a minha felicidade
E a minha fidelidade, quero amar-te sem fim.

🌻👒🌹
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
*Sentir a brisa do mar amar-te ao luarღ

✿É preciso gostar, antes de amarღ

 
✿É preciso gostar, antes de amarღ
 
É preciso gostar, antes de amar
Antes de gostar é preciso confiar
Antes de confiar é preciso querer
Não é só receber é dar faz bem
Nunca magoar ou incentivar a violência
Nunca descrer temos de crer
Nunca criticar e devemos apoiar
Nunca ofender e tentar compreender
Nunca humilhar e defender sempre
Não é julgar, é aceitar
Não é esquecer, é perdoar
Amizade é simplesmente amar
E para amar verdadeiramente
É preciso ser verdadeiro.

Amar é respeitar
o outro incondicionalmente

🌹💕

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
✿É preciso gostar, antes de amarღ

Sei que te pareço ausente fria e distante🌷

 
Sei que te pareço ausente fria e distante🌷
 
Sei que te pareço ausente fria e distante
Toma-me nos braços sem fazer perguntas
O sol de inverno secou as minhas lágrimas
Chuva de outono secou as minhas dores
E tu tornas-te a minha terra fértil
Plantas-te os meus novos amores
Rondaste o meu corpo deste castelo solitário
Como as águas de um rio de vozes e de gestos
Conheci o teu fogo, o teu agrado
Teus olhos fulminaram o meu desejo
A tua voz são as ondas do mar
De fogo e mel, beijos ardentes raros e belos
Deste-me um banquete de os teus odores
Eu amo-te sussurras-te ao meu ouvido.

🌻
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Sei que te pareço ausente fria e distante🌷

Ciúmes porque? ღ cruel *

 
Ciúmes porque? ღ cruel *
 
Ciúmes porque? Porque tu
Não me consegues entender?
Serei tão difícil assim?
Eu não quero voar
Apenas não quero ficar sem penas
Eu não percebo, não quero perceber
O ciúme desmedido, que se faz insensato
Liberdade sufocada que não inspira poemas
Olhos mal dormidos que não justificam a poesia
As muitas perguntas caladas explodiam
O poeta de passagem que rompeu as ânsias
Que escreve e guarda o instante em palavras
Descobertas das delicadezas que nós tratávamos
Frases escritas que permaneceriam ocultas
Nunca seriam identificadas ou traduzidas
As letras traziam na alma, o ver das palavras
A calma da vontade de ter e sentir
Sabor da entrega e das descobertas apaziguadas

🌻👒
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Ciúmes porque? ღ cruel *

*Paixão amor sentido falado ღ

 
*Paixão amor sentido falado ღ
 
Beijo estranho que roubou o tempo
Poesia dançante entre os dedos
Sedenta de sonhos, de vida
Lentas memórias e recordações
Descrito num sótão de lembranças
De pontos e linhas escritas no infinito
Secaram as flores, brilhavam as noites
Saliva doce, boca beijada, poeta arrependido
Sedenta de reticências, abrigo das palavras
Suspiro solto, perdido no mar, grito estéril
Afogada espera de um beijo ardente no silêncio
No tempo de um compasso de um no outro
Doce, relento, madrugada de cristais
Amanhecer lento na penumbra da saudade
Gostava de ser poeta para escrever no teu corpo
Todas as palavras que eu não consigo dizer-te♥
No calor dos teus braços meu amor quero e queria
Viver e sonhar onde navega a minha ousadia
Deixando o meu corpo a arder na loucura desta paixão
Assolapada queima-nos os sentidos na lareira
Arranjamos uma maneira de viver, viver todos os sonhos
Perdidos, perdidos com contigo meu amor
Nessa fogueira dos nossos carinhos, escuta o mar
Junto ao meu coração no calor dos teus braços meu amor
Quero e queria viver, sonhar e amar ♥
Paixão, amor, sentido, falado, fechado, sozinho, arde de desejo
No fogo de uma paixão, assolapada, vivida, vulnerável, tolerante
Paciente, compreensiva, sentimentos mais puros
Num beijo roubado de flores na saudade em doce paixão

♥👒
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
*Paixão amor sentido falado ღ

Vivo na cavidade na cavidade da tua bocaღ ✿

 
Vivo na cavidade na cavidade da tua bocaღ ✿
 
Vivo na cavidade
Na cavidade molhada
Da tua boca
Donde cultivas os beijos ardentes
Com o sabor a alecrim
Do vinho tinto
Aroma de morangos
Cerejas e chocolate
Vivo com esta humidade que transporto
No vento, agarrado a tempestade
Tentando partir os vitrais
Do esquecimento
Vivo todas as horas
Da noite desejando
Alimentando os suspiros da paixão
Vivo tudo isto em ti
Em ti meu amor nos teus "beijos
Quero meu amor
Encostar o meu peito ao teu
E sentir o aroma do teu corpo
Quero beijar a tua boca
Sentir a tua língua
Morder os teus lábios
Brincar no teu corpo
Viajar em delírio
Numa arrepiante viagem de ti
E nas noites delirantes
De ávidos de desejos
Rasgas a minha pele
Em ardentes beijos
De gosto a mel
Envolve-me nas tuas caricias
Embriaga-me nesta noite
Cativando-me de fantasias
Numa viagem delirante de nós
Pois vivo na cavidade da tua boca
Meu.

🌹★♫💕
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Vivo na cavidade na cavidade da tua bocaღ ✿

Nunca te esqueças de ir dormir sem dizeres que me amas ღ

 
Nunca te esqueças de ir dormir sem dizeres que me amas ღ
 
Amor não sou perfeita
Quero pedir-te meu amor
Para nunca te esqueceres de ir dormir
Sem dizeres que me amas
Sinto dor e saudade no meu coração
É uma dor como o vento
Que sopra num dia de tempestade
Não sinto alegria, só sinto tristeza
Pergunto-me, o que faz-me sofrer, não sei ?
A única certeza que eu tenho e que eu quero
É que me dês um abraço
Que recordes sempre do nosso primeiro beijo
Que não esqueças do nosso aniversário
Que nunca esqueças da nossa primeira noite
Que cuides de mim quando eu não estiver bem
E quando eu mais precisar de ti amor
Que estejas ao meu lado em todos os momentos
Que não me critiques e não me julgues
Pois não sou perfeita
Quando eu estiver triste, faz-me sorrir
E ama-me com carinho!

Amo-te mas tu já sabes
Só o teu olhar me prende
Para voar na tua direção ♥
Neste caminho feito de felicidade.
🌺♥♥
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Nunca te esqueças de ir dormir sem dizeres que me amas ღ

Eu quero um homem que nunca duvide 💖

 
Eu quero um homem que nunca duvide 💖
 
Eu quero um homem
Que nunca duvide
Da minha coragem
Eu quero um homem
Que tenha a coragem
De tratar-me como uma mulher
Eu quero um homem
Que me cegue
E deslumbre-me com fulgor
Eu quero um homem
Que me corteje com um olhar puro
E verdadeiro
Eu quero um homem
Que não tenha medo de amar
Ou de ficar com o peito ferido
Eu tenho esse homem
Esse homem és tu amor.

💖
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Eu quero um homem que nunca duvide 💖

Não meu amor não chegues em remanso💕

 
Não meu amor não chegues em remanso💕
 
Não meu amor
Não chegues em remanso
Olha que o meu silêncio fere-me
Abana faz chocalhar ferozmente
Todas as searas de trigo
Que o vento balança
Com os risos de ti
Entre os raios de sol
Agora que o meu coração
Se ajoelhou diante do teu amor
E as lágrimas de felicidade
Saltam dos teus olhos salgados
Sal do mar doce mel
Não chegues em mudez
Pois só o teu amor
Me permite voltar a renascer
Por entre as searas de trigo do teu regaço.

💕
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Não meu amor não chegues em remanso💕

O meu corpo é um poema sem palavras regaço meu💕

 
O meu corpo é um poema sem palavras regaço meu💕
 
O meu corpo é um poema sem palavras
A minha alma escuta o meu silêncio
As lágrimas inundam o meu regaço
Rezo o rosário da dor da minha alma
Onde silenciosa sepultei os meus poemas
Gosto quando me olhas com os teus sentidos
Tocas-me com os teus pensamentos
E beijas-me com o teu silêncio
Tango de uma alma traída quando a afastam
Um mergulho no tempo
Feito num momento de um lamento
Um sofrimento num cansaço
Pranto de um desejo, de um abraço
O grito silencioso de uma lágrima reprimida
De uma dor aprisionada
Onde a poesia é a minha companheira
Das madrugadas mal dormidas
A solidão sempre foi meu caminho
Onde sigo a rota do vento
E atravesso a tempestade
Agora enxugo minhas lágrimas cheias de saudades
De tristeza entregue a uma dor intensa
Onde só queria uma pausa para poder colher a lua.!

Minha alma é sedenta de palavras
Sou talvez o que escrevo, tento ler o que não sou
Sensações nas palavras que respiro
Abro as portas da minha alma de todo o meu ser.
🌹💕

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
O meu corpo é um poema sem palavras regaço meu💕

* Ensina-me a esquecer-te amor ღ

 
* Ensina-me a esquecer-te amor ღ
 
Ensina-me a esquecer-te
Como me ensinaste a amar-te
Antes que a trovoada te leve
Para longe de mim meu amor
Ensina-me a viver sem ti
Já que eu não consigo
Que culpa tenho eu
Se em cada sorriso teu
Apaixono-me loucamente
Ensina-me a ter calma
Quando me sinto atormentada
E a minha alma sofre
Ensina-me a esquecer-te
Mas como posso eu esquecer-te
Quando foste tu meu amor
Que me ensinaste a viver de novo
A voltar a sentir, a voltar a ter-te
Ensina-me de novo a amar-te.

Foi sem querer que te quis
Foi ser querer que te amei
Foi sem querer que te fiz em poesia

🌹💕

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
* Ensina-me a esquecer-te amor ღ

✿Procuro o teu olhar a tua voz o teu sorrisoღ

 
✿Procuro o teu olhar a tua voz o teu sorrisoღ
 
Procuro o teu olhar a tua voz o teu sorriso
Pois parte de mim vai envelhecer contigo
Como posso explicar que eu ainda sinto o calor
Do teu abraço, do teu corpo do teu aconchego
Do teu carinho e fico a pensar nos nossos momentos
Afinal a vida sem ti não é nada
Procuro um abrigo dentro de mim seguro
Calorento, carinhoso onde não perca o caminho
A direção dos teus braços fortes acolhedores
Para voarmos baixinho nas águas e banhar-nos
No néctar das flores chegar a casa e ver as pétalas
Das rosas no chão por todo o nosso refúgio 💘
O meu corpo procura-te com febre à noitinha
As minhas mãos ficam coladas na tua pele
O teu cheiro de lavanda embriaga-me os sentidos
No anseio dos teus braços abraço forte que sinto no peito
Os meus olhos olham os teus deveras mente como o rio
Que corre com força para o mar na sede que tem em beijar
A tua boca de amargo mel sentindo o teu corpo em chamas
A dizer cantando o quanto me amas 💕
Procuro-te nas palavras dos livros que li contigo
Procuro-te com a fome que tenho de ti em mim
Procuro por ti nos sonhos que tenho entre as nuvens
(...) Das noites que juntos nos amamos

💝🌹
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
✿Procuro o teu olhar a tua voz o teu sorrisoღ

Tu és a brisa que refresca-me de felicidade 💘

 
Tu és a brisa que refresca-me de felicidade 💘
 
Tu és a brisa que refresca-me
Nesta noite quente
A loucura nos momentos de paixão
O alimento que dá-me a força para viver
Sinto um arrepio quando sinto
Os teus lábios colados aos meus
Dos breves momentos que partilhamos
De sentir o teu calor e a tua força
Sentir toda esta paixão que me deixa
Louca desse teu sorriso lindo
Que deixa-me sem forças
Do teu amor que conquistou-me para sempre
Passo os dias a pensar em ti
Como seria se estivesses aqui a beijar
A minha face e enxugar as minhas
Lágrimas, com os teus lábios
Abraça-me e aconchega-me com teu calor
E protege-me com o teu desejo
Amor, a minha felicidade.

💘
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Tu és a brisa que refresca-me de felicidade 💘

ღ O fim da tarde cala ou encanta amor *

 
 ღ O fim da tarde cala ou encanta amor *
 
O fim da tarde cala ou encanta
Canta melodias de alguém com os anseios
Cravados no peito de um punhal ferido
Amo-te sobre uma mesa, sobre a sala severa
Quarto às cegas quando o silêncio fala
Fala à luz de uma garrafa
Garrafa num quarto fechado de desejo
Com as persianas da noite, das nossas solidões
Tarde gloriosa da tua carne, da nossa
Pena, pena com a alma
De um inteligente vinho doce amargo
Bebamos para recordarmos cada dia
Esta gota de ouro num copo num cálice
De cor púrpura, sangue quente nas veias
Neste outono das nossas vidas
Vinho das pipas, barris, garrafas
Adegas perdidas, esquecidas e velhas
Com respeito, desamor e beleza
Prolongadas pelo tempo feitas em milagres
Felicidade que mora, mora em mim em ti
Primavera numa folha nova, nova onde ninguém perde
O anseio numa tarde de prazer, moro em ti, tu em mim
Crueldade nas espadas de uma garrafa
Terra, cântico do fruto degastada no tempo
Cidade cega abundam-te da tua beleza
O fim da tarde cala ou encanta quando o silêncio fala
Fala à luz de uma garrafa cheia de desejos do nosso outono
Vinho doce amargo bebamos para recordarmos cada dia.

Amar é fazer poesia
Perfumando a nossa alma
Com o coração
🌼🌻
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
 ღ O fim da tarde cala ou encanta amor *