https://www.poetris.com/
Camilo Pessanha : CAMINHO I
em 23/07/2008 02:40:00 (19100 leituras)
Camilo Pessanha

Tenho sonhos cruéis; n'alma doente
Sinto um vago receio prematuro.
Vou a medo na aresta do futuro,
Embebido em saudades do presente...

Saudades desta dor que em vão procuro
Do peito afugentar bem rudemente,
Devendo, ao desmaiar sobre o poente,
Cobrir-me o coração dum véu escuro!...

Porque a dor, esta falta d'harmonia,
Toda a luz desgrenhada que alumia
As almas doidamente, o céu d'agora,

Sem ela o coração é quase nada:
Um sol onde expirasse a madrugada,
Porque é só madrugada quando chora.

Camilo Pessanha



**************************************************


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/07/2008 02:49  Atualizado: 23/07/2008 02:49
 Re: CAMINHO I P/GODI
PREZADO AMIGO E ILUSTRE POETA GODI, CONHEÇO AS OBRAS DO POETA CAMILO PESSANHA DO QUAL ADORO LER, ESTE ILUSTRE POETA PASSOU POR MACAU, SUAS OBRAS ESTÃO TRADUZIDAS, ALGUMAS DELAS EM CHINÊS.

CAMILO PESSANHA QUE TEM UMA RUA COM SEU NOME E AINDA TEM DESCENDESNTE CÁ E OS QUAIS CONHEÇO, AO ESCREVER ESTE BELO POEMA, TALVEZ DEBAIXO DA INFLUÊNCIA DO ÓPIO QUE ERA CONSUMIDOR SABIA QUE DA SUA CURTA VIDA POUCO MAIS RESTAVA.

ADOREI LER, O MEU MUITO OBRIGADO POR TRASER PARA O LUSO POETAS QUE DEVIAM SER MAIS CONHECIDOS.

UM ABRAÇO AMIGO

Links patrocinados

Visite também...