https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

Restam as pedras que piso

 
Tags:  palavras soltas    outro dia    cega de saudade  
 
RESTAM AS PEDRAS QUE PISO

Dou meia dúzia de voltas
Tal qual como um pião
Pouso sobre o papel a mão
E as palavras me saem soltas.
Sobre a pressão dos meus dedos
Escrevo ora a medo, ora sem medos
Olho no céu as estrelas, mais de mil olho!
Mas não tenho ilusões!?
São minhas lágrimas guarnições
Com elas meu rosto molho.

- Fico neste meditar
Espicaço meus sentimentos
Coisas de ternura me vêem ao lembrar
Momentos...
Uns que foram como cristais
E outros partidos p'los vendavais.
Um dia e outro em fileira
Trazendo um tempo de obscuridade
E meu coração queira ou não queira!?
Deixa-me no aperto da saudade.
Mas não trago mágoa não?!
Desse tempo donde venho
Lembranças fantasmas são,
Do que tive e já não tenho.

Restam as pedras que piso
Pois se em mim já tudo desaba?!
Fico a pensar que já nada exijo
Mas até o nada se acaba.



Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1090
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
58 pontos
34
0
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/11/2009 17:59  Atualizado: 09/11/2009 18:01
 Re: Restam as pedras que piso
É um belo e muito triste poema,mas parece que a melhor Poesia é feita da dor mais profunda, isso se vê em Camões "Estavas linda, Inês" ou noutro grande poeta qualquer de que as obras de Shakespeare são um excelente exemplo.

"Olho no céu as estrelas, mais de mil olho!
Mas não tenho ilusões!?"
são as luzes do vento com que me colho
são os contos e cantos proféticos das mil visões ...

Até


Enviado por Tópico
Fátima Rodrigues
Publicado: 09/11/2009 18:24  Atualizado: 09/11/2009 18:24
Da casa!
Usuário desde: 03/07/2007
Localidade: Setúbal - Portugal
Mensagens: 490
 Re: Restam as pedras que piso
Resta sempre algo mais...aqui restam as palavras tão tristemente belas com que nos presenteia Rosa

Beijo


Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 09/11/2009 18:54  Atualizado: 09/11/2009 18:54
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4431
 Re: Restam as pedras que piso
Desse tempo de onde vens é passado, mas há um tempo para onde vás e esse poetisa tem que ser vivido na aprendizagem do tempo de onde vens...

Gostei de te ler

Jinhos
Tudo de bom para ti


Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 09/11/2009 18:58  Atualizado: 09/11/2009 18:58
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Restam as pedras que piso
Um texto pintado em tons melancólicos.
Mas resta sempre muito mais... as emoções e as palavras que as refletem e sentem, por exemplo.
Bela pROSA!
Um abraçooo!
Abílio


Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 09/11/2009 18:59  Atualizado: 09/11/2009 18:59
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4531
 Re: Restam as pedras que piso
O passado passou... há que viver o presente...

É fácil dizer aos outros, mas connosco é bem diferente. Como sempre adorei ler-te, amiga.
Beijinhos
Antonieta


Enviado por Tópico
José António Antunes
Publicado: 09/11/2009 19:32  Atualizado: 09/11/2009 19:32
Super Participativo
Usuário desde: 08/03/2008
Localidade: Portugal
Mensagens: 158
 Re: Restam as pedras que piso
Restam as pedras que se pisa e a força da poesia criativa.

Bjs

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 09/11/2009 19:41  Atualizado: 09/11/2009 19:42
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: Restam as pedras que piso
Olá José António

Ainda resta alguma coisa,um ou outro sentimento desencantado, mas nada de grave.
Resta sim a vontade de partilhar, mesmo sabendo que são coisas simples, sabe-me muito bem o calor dos amigos.

Um beijinho
tudo bom para ti
rosa

Enviado por Tópico
Moura365
Publicado: 09/11/2009 19:56  Atualizado: 09/11/2009 19:56
Colaborador
Usuário desde: 23/10/2009
Localidade: Rio tinto-Porto
Mensagens: 2284
 Re: Restam as pedras que piso
Recordações do passado marcante em nós, são marcas difíceis de apagar...

Gostei muito, rosa!

Beijinhos

Gil


Enviado por Tópico
Conceição Bernardino
Publicado: 09/11/2009 20:40  Atualizado: 09/11/2009 20:40
Colaborador
Usuário desde: 22/08/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 3330
 Re: Restam as pedras que piso
olá Rosa,

as pedras que pisas sentirão sempre a força como as cantas,
soberbo.

Beijo
MG


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 09/11/2009 20:52  Atualizado: 09/11/2009 20:52
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Restam as pedras que piso
"Restam as pedras que piso
Pois se em mim já tudo desaba?!
Fico a pensar que já nada exijo
Mas até o nada se acaba."

Natália, a tua poesia já merecia
(e muito) ser a edição de um livro.
Excelente e belo poema.
Beijo, amiga
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
ROMMA
Publicado: 09/11/2009 22:48  Atualizado: 09/11/2009 22:48
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade:
Mensagens: 2462
 Re: Restam as pedras que piso P/ Rosa Querida
que lindoooooooooo :))
esse pião que rodopiou pelas ilusões!
um poema muito sentido
Beijinhos
Romma ;)


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 10/11/2009 01:14  Atualizado: 10/11/2009 01:14
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Restam as pedras que piso
Minha querida as pedras vão se curvar diante de seus pés, pela beleza dos passos.
Soberbo, levo comigo e deixo os aplausos. bj


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/11/2009 01:16  Atualizado: 10/11/2009 01:16
 Re: Restam as pedras que piso
poetisa Rosafogo. tenho lido alguns dos seus trabalhos. a poetisa tem uma evolução de escrita assombrosa.

gostei muito de a ler

abraço


Enviado por Tópico
jomasipe
Publicado: 10/11/2009 08:45  Atualizado: 10/11/2009 08:45
Colaborador
Usuário desde: 28/09/2009
Localidade:
Mensagens: 1168
 Re: Restam as pedras que piso
um poema magistralmente concebido e desnudo apenas para o podermos apreciar em plenitude,
parabéns Rosa, adorei.

beijinhos
JS


Enviado por Tópico
Lucienelp
Publicado: 10/11/2009 13:47  Atualizado: 10/11/2009 13:47
Super Participativo
Usuário desde: 15/07/2009
Localidade: Vitória da Conquista - Bahia
Mensagens: 133
 Re: Restam as pedras que piso
Vejo em seus poemas uma riqueza de sentimentos que se transforamam em palavras=versos. Obrigada pela visita. Um abraço.


Enviado por Tópico
Tália
Publicado: 10/11/2009 14:53  Atualizado: 10/11/2009 14:53
Colaborador
Usuário desde: 18/09/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2503
 Re: Restam as pedras que piso
Um poema muito triste onde se encontra o esmorecer da vida.

Coragem!

Beijo


Enviado por Tópico
adelaidemonteiro
Publicado: 10/11/2009 15:14  Atualizado: 10/11/2009 15:14
Colaborador
Usuário desde: 01/01/2009
Localidade: miranda do douro/Sintra
Mensagens: 733
 Re: Restam as pedras que piso
Restam-te as pedras que pisas e os pés para as pisar e seguir em frente, com desterminação.
Muito bom este poema. Gostei muito.

Beijo


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 10/11/2009 21:38  Atualizado: 10/11/2009 21:38
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 12490
 Re: Restam as pedras que piso
Ó, Cisne Trovador Ibérico!
Perco-me e me aventuro em ti;
Em teus tão formosos versos
De Cisne cantador da vida
E do... Fim!

Beijos e beijins!