https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

o órgão do mar

 
Tags:  nietzsche    teresa horta  
 
por vezes
quando caminho sobre as pedras da beira rio
que se rasgam sob os passos
interrogo a tarde e os fantasmas
que se escapam destas fendas.

ao som de uma melodia evanescente
abro as portas da alma
e, de par em par,
todos os portões do corpo.

sem amarras, à beira de Ser
acalmo então a passada

leio teresa
o poema da recusa e pressinto
que se não as polpas
então os verbos crus nus como
os meus pés descalços, sempre descalços, sabem de ti
da erva
da cidade
do mar que é nosso
que unindo afasta as marés e as margens,

da falésia

de todas as coisas visíveis
de todas as se opõem
simétricas e complementares

das que falam
das que calam
das que gemem de prazer
das que gritam gaivotas soltas no silêncio de mulher,

é então que, em emudecimento contemplativo, oiço a lição de nietzsche
e, experimentada, solto o elástico que me prende

no vazio em queda livre, convicta
deixo-me pender, árvore de braços abertos
sobre o mar …


Poema inédito


MT.ATENÇÃO:CÓPIAS TOTAIS OU PARCIAIS EM BLOGS OU AFINS SÓ C/AUTORIZAÇÃO EXPRESSA

 
Autor
Mel de Carvalho
 
Texto
Data
Leituras
1742
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
29 pontos
13
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 13/11/2009 17:55  Atualizado: 13/11/2009 17:55
 Re: o órgão do mar
Um poema radical...
Um poema com o mar a banhar as margens, tema sempre presente na tua escrita.
Com a sensibilidade fina de sempre e o desprendimento que te faz partir para um outro dia, um outro areal.
sejas bem regressada agora.

Enviado por Tópico
Moreno
Publicado: 13/11/2009 17:57  Atualizado: 13/11/2009 17:57
Colaborador
Usuário desde: 09/01/2009
Localidade:
Mensagens: 3486
 Re: o órgão do mar
Em queda livre, assim me desprendi sobre este poema...

Soberbo!

Abraço

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 13/11/2009 18:03  Atualizado: 13/11/2009 18:03
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: o órgão do mar
Sabes Mel, é um prazer ver-te regressar a esta casa e ainda por cima, com a tua sempre tão arrebatadora e poderosa poesia!
Como disse ali o nosso Zé torres, o teu mar sempre como pano de fundo...

Gostei mesmo de te ver de novo a pisar este corredor de escritas e escribas

Beijo

Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 13/11/2009 18:17  Atualizado: 13/11/2009 18:17
Colaborador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 2699
 Re: o órgão do mar
há afinidades que nunca se perdem, mesmo quando parecem imperceptíveis, sabemos que estão lá e são duradoiras...

abre teus braços...recebe meus abraços.

beijo

Enviado por Tópico
fogomaduro
Publicado: 13/11/2009 18:25  Atualizado: 13/11/2009 18:25
Colaborador
Usuário desde: 06/08/2008
Localidade:
Mensagens: 1478
 Re: o órgão do mar
Este belo poema leva-me a deixar aqui este de Eugénio de Andrade:

Afrodite

Vem de vaga em vaga:
nua branca bárbara.

com a devida vénia, de Pequeno Formato

DM

Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 13/11/2009 18:31  Atualizado: 13/11/2009 18:31
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7254
 Re: o órgão do mar para mel
adorei ler-te.
volta mais vezes.

alex

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 13/11/2009 18:44  Atualizado: 13/11/2009 18:44
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8228
 Re: o órgão do mar
Que bom voltar a ler-te. Beijo

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 13/11/2009 19:32  Atualizado: 13/11/2009 19:32
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4528
 Re: o órgão do mar
Já tinha saudades de te ler aqui na lusos, ainda bem que voltaste poetisa.

Fazes falta..

Jinhos
Tudo de bom para ti

Enviado por Tópico
Conceição Bernardino
Publicado: 13/11/2009 20:28  Atualizado: 13/11/2009 20:28
Colaborador
Usuário desde: 22/08/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 3332
 Re: o órgão do mar
Olá Mel,

Já tinha saudades de ler a minha Florbela Espanca, sempre tão altiva.

Beijo com saudades
MG

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 13/11/2009 21:16  Atualizado: 13/11/2009 21:16
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: o órgão do mar
Esplêndido e belo, Mel.
Como só tu, e como nos habituaste!
Beijo
Vóny Ferreira

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 14/11/2009 10:31  Atualizado: 14/11/2009 10:31
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: o órgão do mar
Do rio para o mar
um poema com sabor a Mel...

Um abraço0!
Abílio

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/01/2010 16:04  Atualizado: 19/01/2010 16:04
 Re: o órgão do mar
Estou sempre em falta. Tanto e tantos para ler. Deixaste aqui um poema que voou comigo em afagos de Mar.

Bela poesia.

Beijo azul

Enviado por Tópico
Mel de Carvalho
Publicado: 19/01/2010 16:08  Atualizado: 19/01/2010 16:09
Colaborador
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa/Peniche
Mensagens: 1562
 Re: o órgão do mar
Agradeço, reconhecida, as inúmeras leituras deste poema, bem como, um a um, todos os comentários que me deixaram.

Razões particulares têm-me mantido afastada deste e doutros espaços de partilha. Sem promessas, digo-vos que, na medida do possível, voltarei. Os vossos trabalhos, ainda que em off, leio-os regularmente. São presença em minha vida. Bem-hajam.

A todos, continuação de muita inspiração e da maior paz.

Fraternos abraços
Mel