https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

CONSTACTAÇÃO

 
Rasga-se a folha e o contraste
nestas horas que existem
como cansaço que constacta
a boca seca que queima.

Desdobra-se o tempo
chora o riso sem conforto
numa escolha de deuses
que se esbate no fado.

Compilam-se a tristeza e alegria
numa semântica abafada
a pensar o fim do ponto
que por momentos se encravou.

Talvez amanhá seja a alma e a gente
que me baste como mundo
pois tenho como efeito
a grande razão de ser calma.

Eduarda






 
Autor
eduardas
Autor
 
Texto
Data
Leituras
768
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 25/12/2009 12:40  Atualizado: 25/12/2009 12:40
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4528
 Re: CONSTACTAÇÃO
"Desdobra-se o tempo
chora o riso sem conforto
numa escolha de deuses
que se esbate no fado."

Gostei de te ler poetisa

Um bon Natal para ti e um ano de 2010 cheio de paz e muito carinho.


Jinhos Eduarda