https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Infantis : 

D. Cegonha

 
Tags:  D. Libelinha    D.Cigarra    Sr Sapo    D.Cegonha  
 
D.CEGONHA

A lezíria acordou cedo
Já é grande a confusão
O almoço não está azedo
Querem todos uma refeição.

Sr. Coelho sai a saltitar
Molha as patas na geada
Mas não consegue esperar
Que a fome é apertada.

Lá vem a D. Cegonha
De papo bem levantado
Mas hoje vem enfandonha
Tráz até um ar perturbado.

Anda pela lezíria vaidosa
Mora num vigésimo andar
Morada até perigosa?!
P'rós filhotes a chegar.
De vez em quando ela espreita
P'ra ver Sr. Sapo saltar
Já é tarde quando se deita
Mas sonha que o há-de apanhar.
Open in new window
Ai Jesus! Grita o Sr. Sapo!
Todo ele em alvoroço
D. Cegonha e seu papo
Preparam-se para o almoço.

Logo ali uma algazarra
Até foge D. Libelinha
Também a D. Cigarra
Esquecera a fome que tinha.

Logo passa por ali
D. Doninha acompanhada
Ai Jesus! Que mesmo aqui
Vai ela atravessar a estrada.
Foi tamanho o alarido
Que ao rio Sr. Sapo caíu
Mas que almoço tão sofrido
Molhou-se está cheio de frio.

O rato do campo foge
E evita a confusão
E diz:
Meu Deus que dia o de hoje
Quase morri do coração.

D.Cegonha extenuada
Vai para casa de para-pente
No papo não leva nada.
E já nem sabe o que sente.

Chega de pronto a Lua Cheia
Descansada está então
A barriga não está cheia
E p'ra maior confusão
Passa a rasar Sr. Falcão.

Ai Jesus, como vai ser
Já não posso ir cear não
Já está a anoitecer
É a hora do ladrão
Não quero mais confusão.


Cá em baixo, há grandes sustos
Muitos olhos a brilhar
Por entre aqueles arbustos
Quem é que pode confiar?

rosafogo

Esta histórinha, fiz p'ra minha neta ler na 3ª
classe, mas hoje dedico à minha amiga Sterea
porque sei que ela adora, ler história para adormecer.Open in new window


Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2339
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
36 pontos
28
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
José António Antunes
Publicado: 15/01/2010 18:49  Atualizado: 15/01/2010 18:49
Super Participativo
Usuário desde: 08/03/2008
Localidade: Portugal
Mensagens: 158
 Re: D. Cegonha
Muito bom ter uma avó que escreve assim e uma amiga que dedica palavras.


Enviado por Tópico
Ibernise
Publicado: 15/01/2010 19:05  Atualizado: 15/01/2010 19:05
Colaborador
Usuário desde: 04/10/2007
Localidade: Indiara(GO)
Mensagens: 1460
 Re: D. Cegonha
Olá Rosinha

Muito meiga história, enredo simples, ótimo para sala de aula, pois prende bem a atenção.

Louvo sua dedicatória a amiga querida Sterea. Para ambas deixo meu beijo saudoso. Sinto-me duplamente honrada por estas amizades, obrigada pelo carinho q me dispensaram em PT. Aq no BR, às ordens.

Bjs

Ibernise


Enviado por Tópico
Moura365
Publicado: 15/01/2010 19:20  Atualizado: 15/01/2010 19:20
Colaborador
Usuário desde: 23/10/2009
Localidade: Rio tinto-Porto
Mensagens: 2284
 Re: D. Cegonha
Olá, rosa

Muito ternurenta esta história. Imagino como estaria a tua netinha a ouvir-te contar. Com certeza, com muita atenção e entusiasmo.

Gostei de ler-te neste registo.

Beijinhos grandes

Gil


Enviado por Tópico
arfemo
Publicado: 15/01/2010 19:42  Atualizado: 15/01/2010 19:42
Colaborador
Usuário desde: 19/04/2009
Localidade:
Mensagens: 4812
 Re: D. Cegonha
...estou a ver: isto ainda vai acabar em livro infantil, com tão boa produção que por aqui há!

beijos Rosa
arfemo


Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 15/01/2010 19:54  Atualizado: 15/01/2010 19:54
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2972
 Re: D. Cegonha
O poema é vívido de forma que as imagens aparecem e torna claro o que se lê. Com toda a certeza a tua netinha deve ter amado e toda a classe também.
Beijos.


Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 15/01/2010 19:55  Atualizado: 15/01/2010 19:55
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6741
 Re: D. Cegonha
Gosto da versatilidade na escrita.Poemas infantis não são simples de compor, por que o autor precisa estar familiarizado com a linguagem e entendimento infantis.Tens esse talento, Rosa! :)
Bjins, Betha.


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 15/01/2010 20:47  Atualizado: 15/01/2010 21:01
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15097
 Re: D. Cegonha
Interessante essa tua forma de se revitalizar na poesia. Ora canta a vida fluída que escorre entre os dedos, ora canta como se fosse uma criança que tem o mundo inteiro ainda para se desbravar. Gosto muito. Beijinhos, poetisa Rosa!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/01/2010 22:10  Atualizado: 15/01/2010 22:22
 Re: D. Cegonha
Imagens de puro encanto
pintadas por uma avó
tivesse assim um doce manto
e não teria crescido tão só


Muito obrigada pela fantasia.Fui menino outra vez!

Beijinho

"Grapilho"


Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 15/01/2010 22:26  Atualizado: 15/01/2010 22:26
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4531
 Re: D. Cegonha
Olá minha amiga,
Mais uma linda história da bicharada.
Escreves estes poemas com uma suavidade
e ternura, que nos envolve o coração.
Será que um dia serei capaz de fazer
umas coisinhas parecidas para o meu neto?
Duvido! Tu és unica!
Cada um na sua.
Beijinhos
Antonieta


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 15/01/2010 23:30  Atualizado: 15/01/2010 23:30
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: D. Cegonha
O poema está uma ternura e a Sterea é
uma pessoa excepcional de quem aprendemos a gostar com facilidade.
Beijinhos às minhas duas meninas lindas! rs
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 16/01/2010 12:00  Atualizado: 16/01/2010 12:00
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3397
 Re: D. Cegonha
Aaaaaahhhh!.... Ooooooooohhh!..... (xa-lá, eu sou assim, de ó's e á's fáceis!..) Sniff, eu ontem fui deitar as galinhas cedo e adormeci com elas... mas não tive bons sonhos, porque não li a minha historinha de adormecer!!! 'brigada, amiga tão querida, o conto-poeminha que me dedicaste é liiiindo!... Agora... não sei se fico com mais pena do sapinho, cheio de frio e de medo, ou da D. Cegonha, que foi prá cama com o papinho vazio... por isso quero continuação... (hummmmm, se tiver um tempinho, vou tentar continuar eu... topas?... o pior é o danado do tempo que não há maneira de o caçar...)
Beijiiinho munta da bom e obrigada! Adorei o miminho...


Enviado por Tópico
ROMMA
Publicado: 16/01/2010 13:25  Atualizado: 16/01/2010 13:25
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade:
Mensagens: 2462
 Re: D. Cegonha
que linda história
mais linda fica por ser dedicada
beijinhos Rosa e Sterea
muito bem dedicada!
Romma :)


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 16/01/2010 18:15  Atualizado: 16/01/2010 18:15
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: D. Cegonha
O Arfemo tem razão vai acabar em livro infantil, tamanho talento tu tens. Lindo querida. bjs


Enviado por Tópico
morethanwords
Publicado: 16/01/2010 18:51  Atualizado: 16/01/2010 18:51
Colaborador
Usuário desde: 21/11/2008
Localidade:
Mensagens: 1507
 Re: D. Cegonha
Rosa e não é que me senti na história!!

gosto de acordar a criança que existe em mim, sabe bem, esquecermos às vezes os dias de responsabilidade.

Beijinhos,
T!na