https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Povoavas Meus Sonhos!

 


Em sonhos ainda vejo tua fronte
Dois sóis brilham em teu olhar
Nós dois sentados de frente ao mar
Mãos dadas fitando o horizonte...

Na linha do céu, pássaros eu vejo
Beijavam nossos pés suaves ondas
Minhas mãos em formas de conchas
Virava-te a face para receber um beijo.

Na areia as marcas de nossos passos
Às vezes ficavam apenas duas pegadas
Era que nesse momento eu te carregava,
Preguiçosa, em meus longos braços.

Acordo desesperado... Todo suado
Pedindo a Deus para te esquecer
Meu coração bate doido acelerado
Meus olhos pedindo para te ver.

Não suporto e me afogo em prantos
Sem poder suportar a dor da realidade
Sem um minuto sequer de felicidade
Deixo-me morrer em meu próprio... Oceano!




Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
535
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
eduardas
Publicado: 06/02/2010 20:21  Atualizado: 06/02/2010 20:21
Colaborador
Usuário desde: 19/10/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3731
 Re: Povoavas Meus Sonhos! p/Gyl
que do passado só fiquem as coisas boas.As outras deitamos no abismo.

bj
Eduarda


Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 07/02/2010 00:00  Atualizado: 07/02/2010 00:00
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6741
 Re: Povoavas Meus Sonhos!
Às vezes a contradição entre o que sonhamos e é real dói demais, Gyl.O poema está muito bem posto em sonho e realidade. :)
Bjins, Betha.