https://www.poetris.com/
 
Textos -> Outros : 

O Grilo Japonês

 
O Grilo Japonês
 
Entardece nas planícies e as Cigarras dão o mote. Muito em breve o horizonte irá ficar em tons de rosa alaranjado, provocado pelas temperaturas quentes do Verão. As estrelas acordaram um grupo de Grilos Cantores, que não deixavam mais nenhum insecto pregar olho noite dentro.

Enquanto isso, as Cigarras não faziam questão de ficarem de parte a ouvir aqueles machos barulhentos e também elas se impuseram com a sua voz bastante prolongada.
Uma Barata que por ali passava, ficou nervosa com tanta barulheira e marcou distância para tentar perceber o que sairia daqueles músicos de cor negra.

Não tardou que toda a bicharada dos arredores mais próximos, deixassem os seus buracos na terra e fossem convidados a ouvir o som afinado dos grilos, assim como as suas sinfonias.
Os Gafanhotos, Besouros e outros tantos insectos, surgiram todos aperaltados com o propósito de conquistarem as suas damas. Todos se divertiam muito, até que os Pirilampos que montavam vigia nos campos mais abaixo, deram o alarme!

Acendendo intermitentemente os pontos luminosos, todos ficaram a saber, que vinham estranhos ou criaturas indesejadas por perto. Acusando cobardia, os Gafanhotos valeram-se das suas longas pernas para darem de froxes. Saltitando com enorme elevação, esqueceram-se até das suas companheiras e afastaram-se para longe do local.

Um Grilo encorpado, que tinha uma certa vaidade por ter vindo do Japão dentro de uma mala de um imigrante, decidiu abrir as suas asas exibindo-as, a um grupo de Cigarras que tinham os olhos postos nele, na expectativa de lhes agradar. Esvoaçando em círculo, de peito completamente aberto, empurrando tudo e todos, dizendo que não temia ninguém.

Um Besouro Avermelhado, que reparava naquela triste figura, chamou-lhe vaidoso e disse para ter juízo e esconder-se rapidamente do perigo.
Sem dar ouvidos ao besouro, continuou exibindo-se até que se viu sozinho no meio do nada. Foi então que surgiu a verdadeira ameaça:

Uma Garça Real, esfomeada e muito mal tratada, surgiu ali por aquelas paragens, á procura do sustento para o seu estômago.
De bico longo e aguçado, passava toda a terra a pente fino, na esperança de apanhar uns quantos insectos desprevenidos. Valeu ao Grilo vaidoso, uma minhoca bastante gordinha que por ali passava na altura, que se deixou apanhar pela Garça, enquanto o vaidoso do insecto Japonês, fugia com quantas forças tinha.

GABRIEL REIS

 
Autor
reisgabriel
 
Texto
Data
Leituras
1597
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.