https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

Interlúdio de prazer

 
tenho saudades tuas,
da tua pele e
do teu cheiro na esquina do meu pensamento

quero-te,
não apenas na passagem na ténue brisa,
mas nos confins do teu corpo

como que a dedilhar suavemente nos teus cabelos
uma música de apelo constante,
e a qual saberei sempre acudir

15 de Fevereiro de 2010


© Gonçalo Lobo Pinheiro

 
Autor
glp
Autor
 
Texto
Data
Leituras
773
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
anonimuzz
Publicado: 15/02/2010 16:42  Atualizado: 15/02/2010 16:42
Muito Participativo
Usuário desde: 29/10/2009
Localidade:
Mensagens: 93
 Re: Interlúdio de prazer
Parabéns pelo texto, que expressa de forma inteligente este sentimento tão universal que é o amor.