https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

A DESCOBERTA DO AMOR...

 
A DESCOBERTA DO AMOR...

É urgente, Amar!
Urgente, meu Amor, o toque frenético
Dos teus dedos másculos
Na incontida profusão dos meus sentidos sôfregos,
Exultantes...
Subitamente despertos e inflamados,
Por inconfessáveis e impúdicos desejos,
Agigantados pelos gritantes silêncios das mais frias noites
Dos Invernos da vida!

É urgente, ousar e transgredir!
Urgente, meu Amor, que te detenhas,
Doce e atenciosamente
No meu olhar profundo e enigmático,
De belas e estonteantes matizes...
Como um imenso mar que, caprichosamente, se vai revelando
Em serenos sobressaltos!

E depois, meu Amor...
Depois, lenta e languidamente,
Urge, que vás descendo,
Em desveladas carícias...
Procurando refúgio através do meu corpo em chamas
E que o aflores e percorras,
Sem pressas...
Terna, mas vertiginosamente,
Até sentires que te afundas
Na aveludada maciez da minha pele
E que, centímetro a centímetro,
Tomas de mim, o mel e o fel
Dos mistérios, ainda por desvendar,
Dos milenares segredos, ainda incólumes...
Discretamente encobertos
Pelas brumas remotas e sombrias de tempos imemoráveis,
Desde a idade das Trevas...

Aí então, meu Amor,
É preciso que te ausentes e te esqueças de ti
E que te entregues inteiro,
De corpo e Alma,
Até não saberes mais distinguir os limites que te perfilam
E que entres em mim,
Sem opor resistência...
De uma forma total e absoluta,
Até ao âmago do meu Ser...
De tal modo que jamais nos seja possível descortinar
No emaranhado perfeito e harmonioso de tão completa fusão,
Os limites extemporâneos de dois corpos
Que um dia,
Isoladamente
E ao difuso sabor do acaso
Se lançaram, hesitantes...
Mas ébrios de emoção,
Na esplendorosa, aventura da descoberta do AMOR!

MJosé

 
Autor
MJose
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2913
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/08/2006 15:30  Atualizado: 24/08/2006 15:30
 Re: A DESCOBERTA DO AMOR...
Ora viva minha amiga que bom encontrar-te aqui.
Como sempre com poemas soberbos...
ConceiçãoB


Enviado por Tópico
TrabisDeMentia
Publicado: 24/08/2006 20:34  Atualizado: 24/08/2006 20:34
Webmaster
Usuário desde: 25/01/2006
Localidade: Bombarral
Mensagens: 2370
 Re: A DESCOBERTA DO AMOR...
Muito bom! Tem encanto português, se nota! É raro ver todo essa adjectividade numa poetisa. Normalmente são um pouco mais insinuadas! Nada que um dicionário não resolva! Eu e minha ignorância! Seja bem vinda ao site, espero continuar me surpreendendo consigo!