https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Acalanto / Saudades (Em vídeo)

 
Tags:  amor    saudades  
 

Acalanto
Esse acalanto
é a distância

É meu canto
que acho
no encanto,
de meu pranto

é o desencanto
de não estar
presente em cantos

onde você passa
e vai estar.

Esse acalanto
é a presença

É minha pausa
que acho
No silencio
de minha ausência

É a nota que canto
que vai estar
presente nos cantos

onde você passa
que quero estar

---------------------------------------

Saudades

Se a Saudade chegar,
Em uma noite tristonha,
Não procures chorar,
Cerra os olhos e sonha.

Alimenta a esperança
Que alguém teu amigo
Sofre a mesma lembrança
Também sonha contigo.

Abre a tua janela,
Para a noite deserta,
Fita a estrela mais bela
Que no infinito desperta.

Nossos olhos tristonhos
Nessa estrela fundidos
Darão asas aos sonhos
Dos momentos vividos.

Se a Saudade consiste
Em uma separação,
Guarde a lágrima triste
Dentro do coração.

Se o aroma sutil
É o perfume da flor
A Saudade febril
É o perfume do amor


 
Autor
Antonio Ayrton
 
Texto
Data
Leituras
1072
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.