https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Eu

 
Open in new window


Escrevo a dor da minha existência,
escrevo a angústia e os medos mais secretos.
Escrevo desejos obscuros e venerações,
a deidade na carne e no gozo,
o suspiro, sorrisos lacônicos e lágrimas.
Traço estradas em frases que dão para a alma.
Minha vida, meu viver,
meu sorriso, minhas lágrimas,
meu prazer, meu desgosto,
traçadas as súplicas e entoações de um poeta.
Minha obra, meu espelho voltado para o mundo.
Faço de minha vida a arte de viver, sofrer, amar...
Faço de minha vida um palco
e de minha história uma peça para os loucos
que acreditam na loucura de poder mudar o mundo.


São Gonçalo, 10 de novembro de 2005.


Blog Pessoal: www.romulonarducci.blogspot.com

Evento Uma Noite na Taverna: www.manifestotavernista.blogspot.com

Movimento Tavernista: www.evoetaverna.blogspot.com

 
Autor
RomuloNarducci
 
Texto
Data
Leituras
452
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/05/2010 05:03  Atualizado: 09/05/2010 05:03
 Re: Eu
Deves continuar a escrever...

Dou a dica para escrever mais sobre as alegrias, os gozos, a felicidade...nem só de tristeza e de amores perdidos e sofridos vive o poeta..

Abraços

Bernardo