https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Leituras 13 - Carla Ribeiro

 
Quando comecei a delinear este projecto, balizei-o por regras, uma destas referente ao espaço temporal, isto é: textos de autores aqui inseridos entre Janeiro e Maio do corrente. No entanto, toda a regra tem uma excepção. Deparei-me com uma poetisa, que aprecio, que aqui não publica desde o ano passado. Dado a sua relevância, quebro a regra e convido-vos à sua descoberta.

Carla Ribeiro é uma poetisa de valor, sobretudo quando se movimenta por paisagens caiadas de negro, polvilhadas por imagens poderosas, como, por exemplo: “E o corpo mutilado parece desabrochar na cruz”; ou “Numa terra tornada caderno de linhas de fogo”; ou, por último. “Por dentro da efémera carícia dos punhais”.

Esta autora segue uma quase diria linha panteísta deveras curiosa, que se me apresenta como uma espécie de panteísmo de fusão entre as correntes que marcaram presença forte na poética portuguesa do século vinte: o de cariz transcendentalista protagonizado por Teixeira de Pascoaes e o de linha naturalista imanentista que molda Alberto Caeiro, isto é: vendo para além do que se vê, mas tendo sempre presente o que só os sentidos captam, transformando essas percepções em palavra, quantas vezes despojada do seu valor comum, tornando-se assim um verdadeiro mundo outro, um mundo onde a luz, daí acima ter utilizado o termo “caiada”, se reflecte, mas já despida da sua essência.

Esta autora é, para mim, uma das potenciais jóias futuras da coroa do Luso-Poemas.


Xavier Zarco

 
Autor
Xavier_Zarco
 
Texto
Data
Leituras
1151
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Runa
Publicado: 13/06/2010 11:29  Atualizado: 13/06/2010 11:29
Colaborador
Usuário desde: 24/04/2010
Localidade: Santo Antonio Cavaleiros
Mensagens: 1174
 Re: Leituras 13 - Carla Ribeiro
Olá, amigo Xavier. Esta eu conheço, embora desconhecesse que também publicava aqui no Luso. Sou habitual frequentador do seu blog e, pode-se também dizer, um grande fã daquilo que escreve. Inteiramente de acordo quando dizes que é uma das potenciais jóias futuras da coroa, não só do Luso, mas também da poesia nacional, dada a sua jovem idade e o talento inato para a escrita.

Abraço

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 13/06/2010 17:45  Atualizado: 13/06/2010 17:51
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3731
 Re: Leituras 13 - Carla Ribeiro
Já me cruzei várias vezes com a escrita da Carla em variados espaços da internet, seja em blogs seus, seja em outros espaços similares a este.
A escrita da Carla é realmente muito boa e quem gostar do género, então pode ter a certeza de que o emprego do seu tempo a lê-la, não será em vão.
Encontrarão um mundo absolutamente fantástico através dos seus escritos.
Vale a pena visitar a sua página onde se poderá encontrar os links dos seus blogs:
http://www.freewebs.com/carlaribeiro/

Xavier, tenho vindo a acompanhar estas reflexões que fazes (e muito bem) sobre a escrita de alguns dos melhores participantes deste site e só posso parabenizar-te por tal iniciativa.
Neste caso em concreto, não posso deixar de discordar num ponto. É que quando dizes que "Esta autora é, para mim, uma das potenciais jóias futuras da coroa do Luso-Poemas.", até podia muito bem ser, mas infelizmente (e à semelhança de muitos outros que se deixaram de ver) há muito tempo que ela se foi desta casa, basta ver a data do registo do ultimo texto seu por aqui postado.
É pena, realmente, mas é verdade.
A não ser que alguém a vá buscar onde quer que ela esteja...

E continua que estou a gostar de te ler!

Beijo

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 15/06/2010 12:21  Atualizado: 15/06/2010 12:21
Membro de honra
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11076
 Re: Leituras 13 - Carla Ribeiro
Xavier,
Sempre boas sugestões de leitura.
Encontrei uma poeta que percorre magistralmente as profundezas da alma.
Beijo
Nanda