https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Ventos de outono

 
Tags:  vento    chuva    crianças    sorrisos  
 
Open in new window














Ventos de outono

Hoje bate um vento seco do norte
Um vento tristonho e internitente
Não é assim um vento muito forte
Também não é frio e nem quente

Quando o vento soprava do norte
É um sinal de chuva, dizia o meu pai
E quanto mais este vento for forte
Maior é o volume de chuva que cai

Quando eu morrer quero ser vento
Para ver nas crianças encantamento
E alegrá-las movendo seus cabelos

Quero ser um vento não tão forte
Quero ir do quadrante sul ao norte
Os guris soltar pipas, quero vê-los.

jmd/Maringá, 19.06.10


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
1060
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
antóniobotelho
Publicado: 19/06/2010 15:58  Atualizado: 19/06/2010 15:58
Da casa!
Usuário desde: 13/04/2010
Localidade: Aguiar da Beira - Guarda
Mensagens: 312
 Re: Ventos de outono
Caro João Marino.
Adorei ler este seu soneto.
Tem profundidade e toca num aspecto muito delicado e belo: as crianças.
Um grade abraço

António Botelho

http://poesiasdeantoniobotelho.blogspot.com/

Enviado por Tópico
Yas.l
Publicado: 19/06/2010 16:06  Atualizado: 19/06/2010 16:06
Participativo
Usuário desde: 16/06/2010
Localidade:
Mensagens: 33
 Re: Ventos de outono
gostei!!
ta em favoritos...