https://www.poetris.com/
 
Crónicas : 

MEU BAIRRO...

 
O primeiro contato com o meu bairro se deu no ano 1.981, e foi a partir dali que conheci o restante da cidade. Com o estranhamento natural do novato e inseguro em relação às minhas expectativas sobre o futuro, ainda assim, foi possível vislumbrar uma longa estadia nesta região. Logo de início, percebi que a vida ali tinha o charme da mistura, o lugar era multirracial, multicultural, tudo era “multimuito”. E com o espírito transgressor do jovem sonhador observei também que ali os bons sentimentos não eram somente peculiaridades psicológicas. Eram atitudes sólidas. Isso me fascinava e firmava a minha determinação em criar raízes. E assim foi... Amor à primeira vista.
Passado a primeira impressão vieram os convites para os cafezinhos caseiros que adicionados ao calor humano dessa gente simbolizava bem o resultado da miscigenação local. Uma bela mistura de cores, cheiros e sabores que construíam em mim motivos de satisfação. Era gente de todos os lugares: nordestinos, nortistas, sudestinos, sulistas... A convivência harmoniosa com essas pessoas me fez despir de qualquer preconceito. As experiências adquiridas com esses migrantes fizeram com que meu mundo de encantamentos fosse ampliado a cada dia. Tive muita sorte por desfrutar de toda essa diversidade que representa os vários ‘brasis’ existentes no meu bairro.
Conforta-me muito saber que o modo que tenho de ver e pensar o mundo teve fortes influências neste local. Conhecer e conviver com pessoas como o “seu” Waldomiro da Farmácia (profissional com uma postura ética e uma habilidade para unir competência e humildade, que era impossível não admirá-lo); o “seu” Zé Padeiro (exímio conhecedor e observador político de Rondonópolis); “seu” Medeiros (homem que se fez empreendedor, quando o empreendedorismo ainda não era palavra de ordem.), e tantos outros, me fizeram melhor. Assim, vida pessoal, e a vida profissional ambas colheram mais bônus do que ônus, enquanto eu me fazia útil e funcional no meu trabalho.
Hoje sei que minhas vivências neste bairro, enquanto profissional de farmácia, possibilitou-me aprendizados que fazem parte da minha formação, e foi deste modo que entendi o valor das diferenças; descobri nas minhas imperfeições e na dos outros que somos seres inacabados, o que evidencia a grandeza de saber viver nas divergências; saber que os obstáculos que a vida oferece são estímulos para arquitetar o espetáculo da tolerância, e dessa forma, nessa construção humana consentir um pouco de Deus em mim. Só assim, posso adquirir a habilidade de não permitir que meus interesses comerciais, ou minhas simpatias de balcão me furtem as possibilidades que eu tenho de servir.
Noto, no meu bairro que às pressas de alguns são antagônicas com as demoras de outros, são os contrastes entre o moderno e o antigo, entre os agoras e as saudades, mas o bom é saber que toda essa dinâmica chamada vida adquire formas de esperanças, que se convertem em uma energia boa, que motiva as pessoas a darem continuidade na busca dos seus sonhos. Aliás, essa riqueza de significados se faz presente na fé, na gratidão e na generosidade da minha gente, e são estes os sentidos maiúsculos que temperam os motivos do acolhimento proporcionado por esse povo que aqui vive ou trabalha.
Pois bem! Assim é o meu bairro: dos serviços, dos esportes, dos sabores, dos amores, das contradições, das pressas, das calmas... Do Manus, do Vilson e do Queijinho, do Zé e da Dona Maria, do Léo e da Luzia... Assim sou eu: recolhido no conforto da dúvida, vejo o tempo perder a pressa na certeza que hoje sou um pouco mais este BAIRRO.



ZICO

 
Autor
ZICO
Autor
 
Texto
Data
Leituras
10765
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
18
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
CLEIDEYAMAMOTO
Publicado: 06/07/2010 22:08  Atualizado: 06/07/2010 22:08
Da casa!
Usuário desde: 27/03/2010
Localidade: Pindamonhangaba-SP-Brasil
Mensagens: 226
 Re: MEU BAIRRO...
Nesse seu relato, pude ver o quanto é importante criar raízes, pois só assim, podemos perceber as mudanças, ter apego aos que vivem ao redor, criar laços de amizade duradoura.

É muito bom te ler, Zico. Mais um ótimo texto teu.

beijo


Enviado por Tópico
RaipoetaLonato2010
Publicado: 07/07/2010 03:36  Atualizado: 07/07/2010 03:38
Colaborador
Usuário desde: 13/03/2010
Localidade: Paulínia-SP
Mensagens: 2772
 Re: MEU BAIRRO...
Essa convivência multicultural, desenvolve no homem a sensação de ser cidadão do mundo. Embora ainda exista animosidades étnicas e algumas sociedades, veem somente os valores econômicos e o status social.
Gostei muito de ler, pois a partir do testo,vou repensar sobre meu relacionamento no meu bairro.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/07/2010 02:34  Atualizado: 09/07/2010 02:34
 Re: MEU BAIRRO...
Por saber tanto sobre teu bairro, parece-me ser bem integrado, és um lider?

Gosto dos teus textos porque nos faz refletir.

Obrigada pela partilha.

Rosangela


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/07/2010 23:51  Atualizado: 09/07/2010 23:51
 Re: MEU BAIRRO.../ ZICO
ZICO, bela crónica sobre "o bairo" as pessoas e sua riqueza humana.Adorei.

Grande abraço


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/07/2010 15:13  Atualizado: 11/07/2010 15:13
 Re: MEU BAIRRO...
Um texto que me deu grande prazer ler. Bela descrição do meio onde criou as suas raízes e a integração harmoniosa de diferentes culturas. Admirável a arte da escrita.

Beijo azul


Enviado por Tópico
Marcio_JR
Publicado: 23/07/2010 03:48  Atualizado: 23/07/2010 03:48
Participativo
Usuário desde: 23/07/2010
Localidade: Curitiba / Brasil
Mensagens: 14
 Re: MEU BAIRRO...
Oi, Zico.

Quando nos deixamos integrar dessa forma, seja em seu bairro ou qualquer outro lugar do mundo, fazemos dali um lugar melhor para se viver.
Existem pessoas que tem problemas no "aceitar e ser aceito", mas, em contrapartida, existem pessoas assim, como você, que melhoram a convivência em qualquer canto.

Parabéns pela crônica. Excelente.


Enviado por Tópico
KássiaReis
Publicado: 27/07/2010 06:12  Atualizado: 27/07/2010 06:12
Da casa!
Usuário desde: 11/07/2010
Localidade: São Paulo -SP
Mensagens: 255
 Re: MEU BAIRRO...
Como é bom nos sentirmos assim,integrados à comunidade,fincando raízes. Belo texto! Parabéns!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/08/2010 15:56  Atualizado: 07/08/2010 15:56
 Re: MEU BAIRRO...
Ué!

Vou ter que comentar duas vezes o mesmo texto?

Saudades de te ler.

Abraço

Rosangela


Enviado por Tópico
RosanAzul
Publicado: 08/08/2010 21:46  Atualizado: 08/08/2010 21:46
Participativo
Usuário desde: 14/03/2010
Localidade: Santa Catarina - Brasil
Mensagens: 12
 Re: MEU BAIRRO...
Zico,
lembranças, pedaços da nossa história que o tempo não apaga da nossa memória...
Parabéns pelo texto, ótimo!
Obrigada pelo carinho da visita e comentário. Embora tenha passado algum tempo, sempre é tempo de dizer obrigada!
Estou retornando ao luso...
Um grande abraço de paz e luz!
RO