https://www.poetris.com/
 
Textos : 

sonho. medieval.

 
uma escadaria nua, imponente.aparenta ser grande em tamanho .relativa.aos olhos.por onde desliza o rei fantasma .branco.nas madrugadas aflitas do burgo.encarnado.o povo.eu.o rei.o fantasma. desenho coroas. sucessivas. faço. uso de memórias futuras. pouquíssimo.nunca provável.o homem.o fantasma.eu.a madrugada.a escadaria. guilhotino tiranos,aclamo salvadores,reservo conspirações.o poder.a escadaria.o rei.o homem.nu.eu.o povo.visto-me de veludo.azul,por entre espadas soberanas,traições e fidelidades maiores.vermelho.eu.o burgo. a madrugada.a escadaria. um teatro.o povo.o rei.dourado.a guilhotina.estendo-me a partir do castelo imaginário . habita-nos .a fome .mais .o amanhã.muralhas erguem-se.fundas.fossos,tochas e inimigos. bárbaros.altos.escapo-me,por entre as árvores da floresta . virgem,fujo ao medieval .sonho.eu.a espada.a floresta. negra.o grande. castelo. as tochas.descubro que sou. afinal ,um estrangeiro.um cavalo .em sangue.escuro.dorme.algo acorda em mim.montado.claramente.


cruz mendes

 
Autor
Alexis
Autor
 
Texto
Data
Leituras
613
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.