https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Penso ... Falo

 
Penso, na brancura de altas montanhas
Pureza apetecivel
Frescura, saliva das entranhas
Inatingivel
Vejo, Condor
Para ele, trivial
Planar sobre aquele esplendor
Distinto, de um submundo bem mais animal!

Falo, de ti humana criatura
Da forma que herdaste e reverteste
Caricatura
Perdeste
Qual Sisifo condenado
Qual historia,
Dos teus facies estas agrilhoado
Vil memoria
Desespero sem boca
Isso, recua, ate aos confins da tua toca!

Penso num cao
Falo dum leao
Penso num gato
Falo dum macaco
Penso num macaco
Falo dum velhaco
Penso num lobo
Falo dum homem sem probo
Penso numa cobra
Falo de rasteira, manobra

Chega!

Pensamentos e palavras em dissonancia cognitiva
Onda, revolta, cosmica, ostensiva
Quisera ser esforcada tocha, acendalha
E dificil por entre a bruma da cinza da borralha.

 
Autor
FrancisCorreia
 
Texto
Data
Leituras
385
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.