https://www.poetris.com/
 
Contos -> Infantis : 

O Unicórnio Transparente

 
Tags:  fantasia    conto infantil    generosidade    unicórnio  
 
O Unicórnio Transparente
by Betha Mendonça

Montada num unicórnio transparente com asas prateadas, Antônia viajou seguindo os rastros do luar sobre o Deserto de Laranja ao Por do Sol. A monotonia das dunas sopradas pelos ventos lembrava ondas de laranjada a rebentar nos rochedos caramelados. Elas modificavam a paisagem todo instante, o que dificultava encontrar a Lagoa de Suco de Morango, no Oásis dos Sonhos, suspensas sobre as nuvens de chantilly.

O unicórnio já cansado era alimentado hora a hora com algodão-doce lilás, mas se não chegassem logo ao destino, o ser encantado morreria de fome. A cada ruflar de asas o pobrezinho parecia mais sem forças para continuar até que surgiu no meio do nada uma plantação de pés de algodão-doce de várias cores.

Antônia apeou o unicórnio próximo aquela área e quando ia pegar um bom estoque de algodão lilás apareceu um grande corcel negro alado que era o dono daquele local e disse:

- Pare sua ladra!Tudo aqui me pertence e nada sai sem minha permissão!

- Desculpe senhor Corcel!Não sabia que esse algodoal tinha dono. Meu unicórnio está faminto e cansado. Se não for alimentado com algodão-doce lilás morrerá...

- E eu com isso? Retrucou o outro com voz de trovão. Fora já daqui! Ou eu mesmo sopro fogo e mato os dois!

- Mas... Mas... Senhor!... Balbuciou a menina, que recebeu como resposta um fogaréu saindo da boca do cavalo alado...

Mais rápido que depressa ela e seu acompanhante voaram para longe dali. A cada instante o unicórnio transparente ficava mais fraco e eles desceram na ventania laranja. O ser encantado parecia dar seus últimos suspiros e tudo por causa do egoísmo e falta de compaixão do Corcel Negro! A menina inconformada, já ia chorar quando ouviu um gemido triste entre as quentes areias. Era um pequeno corcel alado marrom, filho do grande Corcel Negro que machucara uma das asas e perdera-se no deserto.

O coração carinhoso da pequena se enterneceu. Ela tirou da bolsa óleos medicinais, massageou a asinha doente e colocou-lhe ataduras. Vencendo a ventania levou o cavalinho até a plantação de seu pai. Que ao vê-la bradou:

- De novo, menina?Ah, vou fazer de você um torresmo!E quando ia soprar fogo sobre ela o corcelzinho gritou:

- Não papai!Ela me salvou!

O grande Corcel ficou envergonhado ao saber que apesar de ter sido mau com a garota e seu acompanhante, ela fizera um grande bem salvando a vida de seu filhote. Arrependido, ele colheu uma leva de algodão lilás, montou Antônia em seu dorso e voou até o unicórnio que agonizava. E qual a surpresa: ele estava mais lindo, transparente e forte que sempre! A bondade também alimentava o seu frágil corpo que já se recuperara com a atitude da menininha. Assim, ele e Antônia voaram em paz para sua casa no Oásis dos Sonhos.

 
Autor
Betha Mendonça
 
Texto
Data
Leituras
5794
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
14
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 19/07/2010 16:26  Atualizado: 19/07/2010 16:26
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2221
 Re: O Unicórnio Transparente
Sabes, Betha, está a tornar-se um hábito vir aqui ler-te e levar um presentinho para a minha estrelinha-olho-azul!

Obrigada e Beijinhos!


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 19/07/2010 19:12  Atualizado: 19/07/2010 19:12
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: O Unicórnio Transparente
Lindo, lindo, Betha.
A criança que ha dentro de mim
adora as tuas histórias e achou
esta particularmente bela.
Bjs (fófis) rs


Enviado por Tópico
Conceição Bernardino
Publicado: 19/07/2010 19:27  Atualizado: 19/07/2010 19:27
Colaborador
Usuário desde: 22/08/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 3332
 Re: O Unicórnio Transparente
olá Betha,

simplesmente soberbo

beijo


Enviado por Tópico
eduardas
Publicado: 19/07/2010 21:19  Atualizado: 19/07/2010 21:19
Colaborador
Usuário desde: 19/10/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3731
 Re: O Unicórnio Transparente p/Betha
a multiplicidade da tua escrita, se te dedicasses a ela de corpo inteiro, iria ter um sabor internacional.

bj
Eduarda


Enviado por Tópico
mariagomes
Publicado: 19/07/2010 22:23  Atualizado: 19/07/2010 22:23
Colaborador
Usuário desde: 18/04/2010
Localidade:
Mensagens: 1614
 Re: O Unicórnio Transparente
Olá minha querida amiga, um conto de encantar, concordo com a eduarda, tens asas para voar mais longe.
beijinhos
mariagomes


Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 19/07/2010 23:39  Atualizado: 19/07/2010 23:39
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8222
 Re: O Unicórnio Transparente
muito lindo, mas não posso entrar muitas vezes nestes contos que engordam só de ler.
mas em suma, adorei e uma vez não são vezes.
beijo


Enviado por Tópico
anakosby
Publicado: 21/07/2010 06:34  Atualizado: 21/07/2010 06:34
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2010
Localidade: Torres
Mensagens: 1739
 Re: O Unicórnio Transparente
Me emocionas.
Grande abraço.