https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Alegria : 

Simplesmente Assim

 
Debaixo de uma árvore
ouço o rio passar
perscrutando por entre as folhas
sinto o calor do sol me acalentar.

Fecho os olhos então,
e abro o meu coração!
Sinto uma folha cair perto de mim...
Ou seria ilusão?

Deixo-me ficar
assim somente,
e como sabe bem este ar!
Como alumia e fortalece,
a minha liberdade crescente!

Levanto-me e, com sonoras gargalhadas,
rodo e rodo e rodo...
Abro os braços e abraço
esta simplicidade... esta felicidade!

Misturo as cores da paisagem ao meu redor
e sinto que faço parte
de todo aquele quadro luz!
Eu sou a árvore,
sou o rio,
sou a frescura da relva!


Poemas originais por Tânia Oliveira (Direitos reservados)


(poderao encontrar este mesmo poema e outros no meu blog pessoal: pena escarlate
 
Autor
Tânia
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2219
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 02/09/2010 20:00  Atualizado: 02/09/2010 20:00
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12125
 Re: Simplesmente Assim
A leveza da natureza no olhar do poeta que a veste.

Beijos