https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

SINA

 
Carrego o corpo dormente daquilo que fui
na memória penosa de passos arrastados,
buscando na erosão prolongada dos dias
o fio débil do meu destino suspenso,
traçado a giz no compêndio dos astros.
Nenhuma certeza habita meus pensamentos.
Perdi-me algures, naquilo que nunca fui,
incapaz de ser aquilo que me penso
ou o que em delirantes sonhos concebo
na inércia pardacenta de velhos muros.

Uma vertigem de caminhos enredados
leva-me ao dédalo angustiante das noites
que me afastam dos portos da infância,
onde bebo o espólio das quimeras vencidas,
envolto no assombro do nada que me cerca.
O mistério insolúvel da minha identidade
não mo revela o oráculo divino dos ventos,
nem os lábios arrefecidos da esfinge se movem
se lhe pergunto porque me tremem os dedos
quando escrevo sobre o que não aconteceu ainda.

O que serei amanhã, que hoje não sou?
O que deixarei nas margens do incerto
quando o entardecer bater com a porta
levando a luz subtraída ao pó das manhãs?
Trará o futuro algum sonho por reclamar,
ou apenas me aguarda o clamor da alma
ruindo no marasmo da ultima escuridão?
Todas as dúvidas me condenam ao vazio
e ao caminho ermo, que não me devolve
o sentido perdido, lá longe, no dia em que cresci.

Onde me retornará minha sina difusa
quando se esgotarem todos os caminhos
destas linhas cruzadas do destino
no suor enrugado da palma das mãos?

 
Autor
Runa
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2668
Favoritos
6
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
74 pontos
26
0
6
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
JOSÉMANUELBRAZÃO
Publicado: 24/09/2010 22:09  Atualizado: 24/09/2010 22:09
Colaborador
Usuário desde: 02/11/2009
Localidade: Lisboa, PORTUGAL
Mensagens: 7775
 Re: SINA
A sina é continuares a escrever.

Eu delicio-me a ler-te!

Abraço do ZÉ

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/09/2010 22:23  Atualizado: 24/09/2010 22:23
 Re: SINA
Hoje nosso textos estão meio que des(encaminhados)? rsrs li, senti e me vi... como sempre faço com o que vc escreve. parabéns amigo Rui, belo demais. Beijos

Enviado por Tópico
Beija-Flor76
Publicado: 24/09/2010 22:27  Atualizado: 24/09/2010 22:27
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2010
Localidade: PORTUGAL
Mensagens: 2058
 Re: SINA
As linhas da sina se alteram em cada decisão, em cada escolha.
A tua sina diria eu que é deslumbrar-nos com o perfume balsamico da tua poesia.

Um conselho, não penses no amanhã, porque tudo o que acontece é no presente.

Um abraço fraterno

Beija-flor.

Este levo comigo...

Enviado por Tópico
luciusantonius
Publicado: 25/09/2010 01:09  Atualizado: 25/09/2010 01:09
Colaborador
Usuário desde: 01/09/2008
Localidade:
Mensagens: 670
 Re: SINA
Li com sofreguidão este poema, que outra coisa não era possível depois de galgadas as primeiras linhas. Lê-lo é tentar mergulhar na raiz de nós mesmos na ânsia de arrancar as respostas às perguntas que todos os dias nos colocamos. Essas respostas não se nos oferecem evidentes. Haverá porventura um sexto sentido a desequilibrar os pratos da balança!? Seja como for caro Runa divagar por estes meandros é um imperativo dos seres pensantes que somos. Isto é literatura que vale a pena ser mastigada.
Felicito-o pelo excelente trabalho.

O meu abraço
antonius

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 25/09/2010 03:43  Atualizado: 25/09/2010 03:44
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9297
 Re: SINA
Poeta Runa!

Quantas perguntas sem respostas.
melhor viver o hoje e o amanhã deixe para depois.
Gostei do poema!
Bjo no coração
♫Carol

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/09/2010 03:52  Atualizado: 25/09/2010 04:25
 Re: SINA
Runa.

Carrego o corpo dormente daquilo que fui
Uma vertigem de caminhos enredados
O que serei amanhã o que hoje não sou
Onde me retornará minha sina difusa?

Como já disseram, em comentário, "continuar a
escrever".



Ulysses

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/09/2010 11:17  Atualizado: 25/09/2010 11:17
 Re: SINA
adorei esta reflexão Runa
tenho para mim que o futuro a nós pertence...

Abraço
Ferreira

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/09/2010 15:45  Atualizado: 25/09/2010 15:45
 Re: SINA
Olá, amigo poeta Runa! Eu poderia falar aqui que meu eu-lírico se identificou muito, mas estaria mentindo, posto que minha alma, do eu puro e verdadeiro que sou, se leu em cada linha, em cada verso. Parabéns!! Gostei demais!!! Favorito!


abraços e um ótimo dia!!!!

Enviado por Tópico
Edilson José
Publicado: 25/09/2010 16:56  Atualizado: 25/09/2010 16:56
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2008
Localidade: SP
Mensagens: 5591
 Re: SINA
Salve salve!
profundidade e beleza na reflexão meu caro!
Abraço,
Edilson

Enviado por Tópico
NEUSA
Publicado: 25/09/2010 17:55  Atualizado: 25/09/2010 17:55
Colaborador
Usuário desde: 19/05/2010
Localidade: Rio Verde - Goiás Brasil
Mensagens: 1431
 Re: SINA
Precisamos de respostas, onde encontra-las?
Gosto de te ler.
Parabéns Runa.
Beijos
Neusa

Enviado por Tópico
ÔNIX
Publicado: 26/09/2010 01:01  Atualizado: 26/09/2010 01:01
Colaborador
Usuário desde: 08/09/2009
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2695
 Re: SINA
Caminhar e sentir que a cada manhã, nasce uma nova alvorada capaz de nos levar a decifrar todos os pontos no escuro, é uma forma de assimilar novos sinais, contrários (até pode ser. São sinais que os nossos olhos assimilam sempre que novas esferas se voltem e nos mostrem o outro lado.
Deixei-me levar pelo que teus olhos viram e caminhei para que no encontro contigo, me envolva nessa mesma ordem, traçada nas linhas das tuas mãos


És fantástico e eu gosto muito de te ler

Beijo


Dolores Marques

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/09/2010 12:02  Atualizado: 26/09/2010 12:02
 Re: SINA
Ola Runa, todos caminhamos para um destino incerto, cheios de duvidas e incertezas! E' um prazer ler o que escreves! Grande abraco!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/09/2010 20:26  Atualizado: 26/09/2010 20:26
 Re: SINA
Fantástico poeta! Delicio-me com teus escritos e também lá no teu blogger, coisas maravilhosas!
Meus aplausos querido poeta!

Nem toda palavra forma poesia, mas toda poesia toca-se em palavras... Bravo!!!!


beijos meus!

Enviado por Tópico
NCosta
Publicado: 26/09/2010 20:36  Atualizado: 11/10/2010 22:14
Da casa!
Usuário desde: 17/05/2010
Localidade: Brasil
Mensagens: 232
 Re: SINA
Runa, a cada dia me surpreendo com a intensidade dos seus poemas, parabens amigo!
Abraço,
Neila Costa

Enviado por Tópico
HelenDeRose
Publicado: 27/09/2010 15:33  Atualizado: 27/09/2010 15:33
Usuário desde: 06/08/2009
Localidade: Sorocaba - SP - Brasil
Mensagens: 2092
 Re: SINA para Runa
Versos complexos de existencialismo com pitadas de simbolismos que me faz conhecer do que são feitos seus caminhos percorridos. Este eu guardarei para reler outras vezes. Acredito que cada vez terei outra surpresa. Agradeço por compartilhar, bjo.

Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 27/09/2010 16:56  Atualizado: 27/09/2010 16:56
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4531
 Re: SINA
De uma intensidade profunda,
onde muitas perguntas ficam
sem resposta.

" O futuro a Deus pertence "

A tua sina Rui, é continuares
a dar-nos o prazer da tua escrita.
Beijinhos
Antonieta

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/09/2010 18:42  Atualizado: 27/09/2010 18:42
 Re: SINA
Olá, Rui.

A tua marca, incontornável. Belíssimo!

Posso deixar mais umas palavrinhas?


O Peso do Nada

Morre-me na alma um grito mudo
quando
na corrida contra o vento
pedras em avalanche
movidas pela rapidez do tempo
sepultam meus sonhos ardentes
como lâminas incandescentes

sob o peso do nada me estou soterrando

anoiteço-me
ao romper da madrugada

pudera eu pensar-me imaterial
flutuar-me de mim
numa utopia em que me torne real...



Maria

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/09/2010 19:09  Atualizado: 27/09/2010 19:10
 Re: SINA
Runa, as tuas interrogações , filosofia em demanda do tempo que não se conhece , do tempo que não sabe que é tempo , inquieta por dentro e por fora o ser , confrontando-o com as suas mais agudas fragilidades . Não sei se cabem aqui as perguntas:
"donde venho, para onde vou , quem sou ?"
O que sei é muito pouco , também eu , amigo poeta , me (re)volto "lá longe, no dia em que cresci."

Fabuloso!

Sinceros parabéns.

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 27/09/2010 23:12  Atualizado: 27/09/2010 23:12
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: SINA
Quantas perguntas, num belo poema, numa escrita perfeita.
Diria como muitos amigos já te disseram tua sina é escrever e eu sei que o farás porque há sempre uma urgência apelativa dentro de nós que seguimos apaixonadamente. Para te ler sempre estaremos com prazer.

Beijo obrigada pela amizade.

Enviado por Tópico
MarisaSoveral
Publicado: 28/09/2010 15:52  Atualizado: 28/09/2010 15:52
Colaborador
Usuário desde: 16/08/2010
Localidade: Porto
Mensagens: 621
 Re: SINA
Runa,
Excelente! Todos temos a nossa sina, mas penso que o melhor da vida é não conhecer o dia de amanhã, assim a nossa sina está sempre em reconstrução!
Bj, Marisa

Enviado por Tópico
GeMuniz
Publicado: 28/09/2010 21:07  Atualizado: 28/09/2010 21:07
Colaborador
Usuário desde: 11/08/2010
Localidade: Brasil
Mensagens: 7283
 Re: SINA
Runa, os destinos de um homem são apenas passos no escuro de uma caverna enxarcada de barro... Preciso é acostumar-se de vez com isso...rs. Belo texto Runa...

abraço

Enviado por Tópico
shirley
Publicado: 28/09/2010 21:27  Atualizado: 28/09/2010 21:27
Da casa!
Usuário desde: 22/06/2008
Localidade:
Mensagens: 351
 Re: SINA
Como ler e não ficar se perguntando de tantos questionamentos. Adorei cada palavra lida. Beijos

Enviado por Tópico
Mirian
Publicado: 28/09/2010 21:35  Atualizado: 28/09/2010 21:35
Participativo
Usuário desde: 21/12/2007
Localidade: Algarve
Mensagens: 22
 Re: SINA
Runa

Foi um dia que pedi pra me lerem a sina,
segundo parece na palma da mão esquerda se lê o passado, na da direita o futuro. As duas juntas se terá de ler o presente, não achas? :)
Bjs


Enviado por Tópico
Barbarella
Publicado: 05/10/2010 01:04  Atualizado: 05/10/2010 01:04
Novo Membro
Usuário desde: 26/09/2010
Localidade:
Mensagens: 5
 Re: SINA
a incompletude sempre cheia de dúvidas. é humano. gostei!

Enviado por Tópico
amopoesias
Publicado: 07/10/2010 17:11  Atualizado: 07/10/2010 17:11
Da casa!
Usuário desde: 24/07/2008
Localidade:
Mensagens: 311
 Re: SINA
"O que serei amanhã, que hoje não sou?
O que deixarei nas margens do incerto
quando o entardecer bater com a porta
levando a luz subtraída ao pó das manhãs?
Trará o futuro algum sonho por reclamar,
ou apenas me aguarda o clamor da alma
ruindo no marasmo da ultima escuridão?
Todas as dúvidas me condenam ao vazio
e ao caminho ermo, que não me devolve
o sentido perdido, lá longe, no dia em que cresci."
Rui, gostei imensamente do teu profundo pensar. Vivemos na incerteza, por isto vivamos o hoje.
Versos sentidos!Belo versejar!

o brigada por ler meus escritos!
Uma tarde azul pra ti!

bjs!