https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

QUE É FEITO DO TEMPO?

 
Tags:  amor    tempo    sonhos    ternura    passado  
 
Open in new window










QUE É FEITO DO TEMPO?











Faço uma pausa nas asas do pensamento
Passeio a vida no barco da solidão
Calo a saudade, que é tudo que ficou
Sigo náufraga sem mantimento
A vida me empurra para a prostração
Só o sonho ela ainda não me roubou.

Levo a vida a amealhar
Tesouros sem validade
São meus sonhos de embalar
Feitos de percursos de saudade.

Os sonhos trago nos olhos cansados
Às lembranças sempre a sede de voltar
Dentro do peito gritos calados
E o coração único sobrevivente pronto a amar.
Ah...mas o meu olhar sustém o meu querer
E do passado me surge um som festivo
Bem sei! Bem sei que hei-de morrer!
Que o tempo anda de mim fugitivo.

Acabei de suspirar o que me vai no peito
Deixei passar por mim o tempo descuidado
Que é feito do meu tempo? Que é feito?
Que foi tempo de amor e ternura
E é já passado?


rosafogo


Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1354
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
16
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/11/2010 16:03  Atualizado: 17/11/2010 16:03
 Re: QUE É FEITO DO TEMPO?
Cara Rosa, fiquei suspirando e declamando teu belo poema...parabéns grande poetisa do tempo..este é devorador mesmo,só não consegue ingerir a alma da gente... Abraços Alice


Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 17/11/2010 16:37  Atualizado: 17/11/2010 16:37
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12083
 Re: QUE É FEITO DO TEMPO?
Quando no caminho o sobreviv^nte é o coração toda a emoção é uma história viva e com vida para se alongar.

Beijos


Enviado por Tópico
Karla Bardanza
Publicado: 17/11/2010 16:47  Atualizado: 17/11/2010 16:47
Colaborador
Usuário desde: 24/06/2007
Localidade:
Mensagens: 3491
 Re: QUE É FEITO DO TEMPO?
Delicioso poema.

Beijo


Karla B


Enviado por Tópico
GeMuniz
Publicado: 17/11/2010 17:08  Atualizado: 17/11/2010 17:08
Colaborador
Usuário desde: 11/08/2010
Localidade: Brasil
Mensagens: 7283
 Re: QUE É FEITO DO TEMPO?
O tempo é a ilusão mais verdadeira que existe por estas bandas da Terra... Bonito Natália.


bjs


Enviado por Tópico
JOSÉMANUELBRAZÃO
Publicado: 17/11/2010 19:26  Atualizado: 17/11/2010 19:26
Colaborador
Usuário desde: 02/11/2009
Localidade: Lisboa, PORTUGAL
Mensagens: 7775
 Re: QUE É FEITO DO TEMPO?
Gostei de ler e reler.

Beijo carinhoso


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/11/2010 19:46  Atualizado: 17/11/2010 19:46
 Re: QUE É FEITO DO TEMPO?
Poeta Rosa querida amiga!
Lindissimo teu poema!
Escuta, é engraçado uma coisa, quando somos mais jovens não conseguimos nos aperceber desta coisa maravilhosa que é o tempo...que apaga as feridas, que nos tras as rugas na pele e sabedoria à nossa alma!
olha amei!!!
Open in new window


Enviado por Tópico
miriade
Publicado: 17/11/2010 19:53  Atualizado: 17/11/2010 19:53
Colaborador
Usuário desde: 28/01/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2171
 Re: QUE É FEITO DO TEMPO?
Uma bela viagem nas asas do pensamento, essa de poder refletir o tempo, poetisa, hoje também estou a pensar nele (risos)

beijocarinho, Lu


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 18/11/2010 02:32  Atualizado: 18/11/2010 02:32
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: QUE É FEITO DO TEMPO?
O tempo viaja pelo mundo e só tem diante de si um espelho... querida, saudades de ti...seu perfume não sai do meu mundo. bjs

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 18/11/2010 03:14  Atualizado: 18/11/2010 03:14
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9297
 Re: QUE É FEITO DO TEMPO?
Querida Amiga
Poetisa Natalia!

O tempo passa e não adianta a gente querer que seja diferente.O que sobra é a saudade do tempo que se foi. Eu sempre digo amiga que não gosto da saudade, então nem penso no tempo para não ter que me aborrecer com ela.
Belo poema!
Bjinhos
♫Carol