https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

AMANTE PROFANADA (Sem restrições) - Elen de Moraes

 
Tags:  desejo    cobiça    caçar    restrições  
 
AMANTE PROFANADA (Sem restrições) -  Elen de Moraes
 
AMANTE PROFANADA Sem restrições)


Elen de Moraes

Entregar o meu corpo que exagera
Cobiça pelo teu corpo proibido...
Alardear meu desejo contido
De viver esta paixão... Quem me dera!

Ser tua dona... Arrebatar-te, quisera,
Em meus braços... deixar-te enlouquecido
Pelo meu prazer... a meus pés rendido.
Ah, meu amor, como é longa essa espera!

Caçar, tal e qual fera insaciada,
Na tua boca, todas as sensações...
E nela apaziguar-me... dominada

Pelo pulsar das minhas emoções.
Tornar-me tua amante profanada...
Fazer-te amante meu... Sem restrições!


Open in new window

 
Autor
elendemoraes
 
Texto
Data
Leituras
990
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Hisalena
Publicado: 14/02/2011 22:02  Atualizado: 14/02/2011 22:02
Colaborador
Usuário desde: 30/09/2007
Localidade: Leiria
Mensagens: 758
 Re: SEM RESTRIÇÕES - Elen de Moraes
Um poderoso poema de amor cheio de desejo e de ansiedade...cheio de vontade e de querer...cheio de sonho e de realidade...
Muito forte, muito sentido...gostei.

Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 14/02/2011 22:28  Atualizado: 14/02/2011 22:28
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3397
 Re: SEM RESTRIÇÕES - Elen de Moraes
Magnífico soneto, Elen! É só o que me ocorre dizer, antes de relê-lo...

Beijinho!

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 14/02/2011 23:37  Atualizado: 14/02/2011 23:37
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29264
 Re: SEM RESTRIÇÕES - Elen de Moraes
Valente poema, um sensual resplendecer. Sensualidade esta no enaltecer, DEIXO MEU ABRAÇO.

MARTISNS