https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

a lágrima

 
Cai a lágrima do tinto
com tão pouco sentimento,
difere tanto do que sinto,
fruta madura sem fermento.

Tão pouco é de alegria
porque a lágrima escorre,
não tem alma, nem poesia.
Somente nasce e morre.

Cai a lágrima degrau a degrau,
desliza límpida na taça,
quanto maior for o grau
terá a lágrima graça.


A minha pátria é a língua portuguesa.
Bernardo Soares
www.poemassagem.blogspot.pt

Saibam que agradeço todos os comentários, de coração...
Por regra não respondo.



 
Autor
Rogério Beça
 
Texto
Data
Leituras
537
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Amora
Publicado: 16/03/2011 18:01  Atualizado: 16/03/2011 18:01
Colaborador
Usuário desde: 08/02/2008
Localidade: Brasil
Mensagens: 4763
 Re: a lágrima
Uma delícia esse pranto vermelho. Adorei ler.
Beijinho

Enviado por Tópico
Carolina
Publicado: 14/01/2018 20:03  Atualizado: 14/01/2018 20:03
Colaborador
Usuário desde: 04/07/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3487
 Re: a lágrima
É verdade, quanto maior grau tiver o tinto mais sorrisos arranca das pessoas.

Simples e verdadeiro o teu poema.
Bom ano Rogério.