Crónicas : 

DESABAFO DE MÃE

 
DESABAFO DE MÃE
 
DESABAFO DE MÃE
Amanheceu, e fui acordar a filha para ir à escola, ele estava gripada e pediu para ficar em casa, disse que sim, mas que amanhã ela teria de ir... Nos meus tempos de adolescente não podia ficar em casa por uma simples gripe, mas hoje em dia, os tempo mudaram, e nas escolas em reuniões de pais, eles dizem para que deixemos os filhos quando estão doentes em casa, para não contaminar ninguém da classe, ou no caso de passar muito mal, não interromper a aula para pedir dispensa... Sinal dos tempos atuais...
Lembro-me de meu pai dizer que ele com crise de apêndice, teve que assistir aula durante 5 horas seguidas, para então correr à procura de um hospital e ser operado, pois meu avô não permitia que se faltasse aula por nada nesse mundo!
Hoje em dia, se alguém faz isso, é chamado atenção pelo conselho tutelar.
Aliás, me encontro numa 'sinuca de bico', porque tendo criado os meus dois primeiros filhos de uma maneira, a caçula fugiu dessa educação, que dei aos irmãos: No tempo deles pequenos, eu chamava a atenção quando estavam errados, para corrigir, até de vez em quando dava umas palmadas quando faziam coisas absurdas de se relevar... E colocava de castigo sem sair para brincar na rua com os coleguinhas.
Agora com a caçula, se faço isso, a família me rotula de radical, que os tempos são outros, que não se faz como antigamente, e é por isso que ela se tornou uma pessoa mimada, preguiçosa, e até egoísta!
Na época de que criei os outros dois ( um filho e outra filha ), em casa zelávamos pelo coletivo, tudo era partilhado, inclusive nos momentos de "vacas magras", para que não faltasse nada para ninguém. Mas a a minha caçula não pensa assim, o que é dela, não divide, infelizmente, e o que é para ser partilhado por todos, ela quer só para ela, não consigo mudar a cabeça dela, acho que nem o PAPA mudaria, ou qualquer outro religioso, aliás, ela não tem religião...
**************************************************
Os tempos são outros, e nessa sociedade atual, se eu der um simples grito de manhã para ela se levantar (porque já está passando da hora de ir ao colégio), ela se arruma correndo, sai sem me dar atenção, não vai para a escola, e ainda se enfia na casa da irmã mais velha, para falar de mim, porque simplemente gritei ( não aguentava mais chamar repetidas vezes ) para que ela fosse para escola... Que mundo é esse meu Deus? Não estou certa de querer que ela vá no horário? Mas paciência tem limite, e quando perdi e gritei, foi porque já não suportava mais o descaso dela!
E para quem ela conta o acontecido, da sua maneira, faz com que pensem que a vilã sou eu! Pode isso? Ela faz de um jeito que eu me transformo não em mãe, mas em madrasta malvada de contos de fadas...
Aliás, uma viúva quando arruma um novo companheiro, fica taxada se fizer qualquer coisa: porque está com a cabeça 'virada' pelo novo marido...(!) É assim que outros vão pensar e alguns familiares também, desde que eu estou com novo companheiro, (e já fazem 2 anos) não posso mais chamar a atenção da filha rebelde, se não ela poderia ficar traumatizada, coitada... E eu? Posso ficar estressada com os mimos dela? E eu, posso ficar com a pressão desregulada? É um absurdo esse tipo de coisa... Agora, se um dia eu levantar a mão para dar um tapa nela, (se me tirar muito do sério), está arriscado a chamarem o conselho tutelar, me tirando a guarda, e ainda por cima, ser chamada a atenção, ou coisa pior, porque não tive "paciência"...
Sei que ando cheia dessa sociedade atual, tenho saudade dos tempos que os filhos obedeciam os pais, e bastava-se olhar para eles, e o recado já estava dado...
**************************************************
Nessa rebeldia atual, eles se acham fortes, e nós pais, nos tornamos reféns de uma sociedade que cria direitos para adolescentes e não impõe deveres, como respeitar as ordens dos pais, por exemplo.
Se eu desligo o PC, porque já é meia noite, ela torna a ligar até as tantas,( E NÃO É SÓ ELA, ESSE PROBLEMA ESTÁ NA MAIORIA DOS LARES ATUAIS )é claro que tem preguiça de levantar para ir para escola! E se eu digo que vou tirar a Internet, ela diz:
_ Você é quem sabe, vai te prejudicar também, como que vai postar seus textos?
Isso dizendo, na maior ironia... Ai, que raiva! Se fosse em outra época, eu dava um bom castigo, quando ela falasse assim comigo! Mas como sou a viúva que casou de novo, tudo é motivo para dizerem que a 'coitadinha' é mal compreendida pela mãe... Onde nós estamos? Não posso mais chamar atenção dela, nem a corrigir porque ela vai correndo para casa dos parentes me fazendo de má? Não, se isso não mudar e repensarem as leis dos adolescentes, não vai ter pai e mãe que segure mais seus filhos!
Fátima Abreu
Quando fiz o texto estava desabafando, acho q aqui é um espaço para amigos interagirem, mas só quem passa o q eu passo pra saber, aqui não dei pormenores, apenas citei dois episódios: Um, onde eu aceitei q ela ficasse em casa, e o outro, quando não aceitei, e acabei por me desentender com ela, que acabou passando 2 dias na casa da irmã, sem ir a escola... Acho q cada um sabe o 'sapato onde aperta', é fácil julgar, qdo não se está na pele dos outros...
 
Autor
FátimaAbreu
 
Texto
Data
Leituras
4712
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
7
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
João Marino Delize
Publicado: 01/06/2011 21:19  Atualizado: 01/06/2011 21:19
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2008
Localidade: Maringá-
Mensagens: 2271
 Re: DESABAFO DE MÃE
Que mudou muita coisa isto mudou e não devemos
proceder como fomos educados há muitos anos atrás.

Sua filha também é rebelde por estar sendo criada sem o pai. Você tem que fazer de tudo para lhe dar limites, mas sem gritos ou brigas.

Se for um caso muito difícil, deve levá-la a um Psicologo.

Esta é a minha modesta opinião.

abraços e boa sorte.

Enviado por Tópico
mariagomes
Publicado: 01/06/2011 22:26  Atualizado: 01/06/2011 22:26
Colaborador
Usuário desde: 18/04/2010
Localidade:
Mensagens: 1614
 Re: DESABAFO DE MÃE
Olá amiga, e está aqui um belo texto, e que dá que pensar, é um desabafo bem presente nos nossos dias, gostei de te ler.
beijinhos
mariagomes


Enviado por Tópico
Ghost
Publicado: 02/06/2011 02:59  Atualizado: 02/06/2011 02:59
Colaborador
Usuário desde: 09/04/2011
Localidade: Lisboa, Portugal
Mensagens: 1822
 Re: DESABAFO DE MÃE
Olá, concordo em parte com o João a respeito da educação. A educação que temos serve para olharmos vermos o que está certo, corrigir alguns promenores e dá-las aos filhos.
Os filhos precisam de limites isso é certo, mas também precisam de amor, compreensão e carinho... Não é com um pulso forte que se muda alguém, mas com amor.
Sei que é apenas um desabafo e dou apenas a minha opiniao.
Abraços e Felicidades.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 02/06/2011 11:52  Atualizado: 02/06/2011 11:52
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 25004
 Re: DESABAFO DE MÃE
MOMENTO MPARA UM TODO RELFETIR, UM MARAVILHSO TEXTO QYUE MOSTRA TODA UMA REALIDADE. DEIXO MEU ABRAÇO


Enviado por Tópico
FátimaAbreu
Publicado: 02/06/2011 14:23  Atualizado: 02/06/2011 14:33
Colaborador
Usuário desde: 11/06/2008
Localidade: Maricá, RJ
Mensagens: 2395
 Re: DESABAFO DE MÃE
Me limito a responder, o q eu escrevi na nota do autor, acima:


Quando fiz o texto estava desabafando, acho q aqui é um espaço para amigos interagirem, mas só quem passa o q eu passo pra saber, aqui não dei pormenores, apenas citei dois episódios: Um, onde eu aceitei q ela ficasse em casa, e o outro, quando não aceitei, e acabei por me desentender com ela, que acabou passando 2 dias na casa da irmã, sem ir a escola... Acho q cada um sabe o 'sapato onde aperta', é fácil julgar, qdo não se está na pele dos outros...

Mesmo assim, obrigada pela leitura de todos.