https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Manhã fresca, dia leve

 
Na bipolaridade dos dias meus...
Ontem fui burro de carga, hoje sou amazonas a galopar na planície.
Irónico...
Clínico, dirão outros!
Nada se repete, há um constante devir
vou-me rendendo camaleonicamente à mudança!
Alimento-me dela.
Mora em mim um parasitismo voraz que enche o bucho
á custa de visto, do acontecido do imaginado do oferecido!
Hoje, sentei-me e foram-me chegando pequenos nadas... e foi TUDO!

 
Autor
Maurinha
Autor
 
Texto
Data
Leituras
583
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.