https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Kundun

 
Tags:  karma    carma    encarnação    A Presença  
 
Kundun
 
Vivo uma vida que não é minha
Tenho sonhos apanhados no lixo
Recolho segredos dos outros
Refaço um plano desconhecido
Piso cada lugar como se fosse a primeira vez
Sonho como se algum dia já o tivesse feito
Conheço gente que afinal já existia
E vivo sem saber quem era
Falsifico a assinatura de um ser
Ganhei esta forma, que nem sei se lhe agrada
Sigo esta vida como sua escrava
Feliz e contente sem me lembrar disso hora a hora
Caio na realidade que pode ser ilusória
Quimera baseada e com sentido real
Desfaço-me em questões
Recebo respostas em perguntas
E amanhã! Já nem me lembro mais.



O Silêncio inspira-me.

 
Autor
EuniceContente
 
Texto
Data
Leituras
1045
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
BerloquesImaginários
Publicado: 15/02/2012 14:37  Atualizado: 15/02/2012 14:37
Da casa!
Usuário desde: 19/07/2011
Localidade:
Mensagens: 241
 Re: Kundun
E tudo volta
no mesmo sentido
num tempo diferente
do hoje
e do ontem.
Faço a caminhada
numa jornada
nem minha
nem tua,
mas a de toda a gente.
Roubo os dias
os que não vivo
porque sinto falta
sempre e sempre
de algo novo,
coerente
e esqueço de mim
e até da tua presença.
Acabo por fim,
fazer tudo sem pés e cabeça
tudo porque amanhã
não vou lembrar mais
que aquilo que fiz,
não foi por quis
sendo então
este meu Karma
pura ilusão.


Gostei bastante!!


Eunice
Berloques


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 15/02/2012 18:00  Atualizado: 15/02/2012 18:00
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29264
 Re: Kundun
POEMA QUE MOSTRA A FILOSOFIA DE TODO UM SABER, MARAVILHA DEIXO MEU ABRAÇO

MARTISNS