https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

[da chuva se diz de tempestade]

 
.
.
.
.
.
.
.
.
.......................
**************************


da chuva se diz de tempestade,
quando nos molha,
da paixão se diz de traição,
quando os olhos se fecham,

um piano toca numa ilha,
e no olhar avermelhado
das nereidas,
implodem vulcões.

Em todos os cantos destes
mares afora,
em cada parcela de água,
refletem-se as estrelas
que se afundam, até aos abismos,

e hoje sinto-me assim,
e hoje sento-me, esperando-te,
assim,

numa espera infinita, eu sei,
como infinitos são universos
além deste meu mar, e como nestas
descobertas de mim,
sossega o corpo, enquanto
a mente anseia, sem descanso.

Das ansiedades se dizem de pressas.
Enquanto te espero,
nesta espera infinita,

desfaço os mundos construidos
em papel,
disfarço as mãos neste cruzar
dos braços,
e, nos bolsos,

ainda trago algumas conchas,
alguma lava, de um vulcão implodido
que afogou uma ilha, algures,
que destruiu um piano, qualquer.


[Implodi-me, olhando o olhar avermelhado das nereidas mudas...]
...
Ainda continuo a ouvir um piano algures, tocando,
enquanto te espero.




"Floriram por engano as rosas bravas
No inverno:veio o vento desfolha las..."
(Camilo Pessanha)

http://ricardopocinho.blogspot.com/






La Folie, Lydia the Tattooed Lady...


O Transversal
“La Folie, Lydia the Tattooed Lady, dos irmãos Marx,... das viagens, das estações do ano, das partidas e de alguns regressos...”
 
Autor
Transversal
 
Texto
Data
Leituras
969
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
17 pontos
7
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
jessicaseventeen
Publicado: 29/02/2012 20:48  Atualizado: 29/02/2012 20:48
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2011
Localidade: Coimbra, Portugal
Mensagens: 920
 Re: [da chuva se diz de tempestade]
Querido Transversal,

Essa melancolia, essa espera, essa saudade

Trouxe ao de cima um poema maravilhoso saído do peito (profundo) dum poeta

Adorei...
(Por isso, virei mais vezes)

Beijinhos *

Jessica Neves


Enviado por Tópico
Felisbela
Publicado: 29/02/2012 22:40  Atualizado: 29/02/2012 22:40
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2011
Localidade:
Mensagens: 2207
 Re: [da chuva se diz de tempestade]
Um poema DOCE de triste espera...parabéns!

É lindo!

Abraço poético

Felisbela


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/02/2012 23:55  Atualizado: 29/02/2012 23:55
 Re: [da chuva se diz de tempestade] para T.i
[da chuva apenas sei que me escolhe

sempre'''''''''Sempre, sempre que me penso Primavera]

de tal forma que
habituei-me a ela e espero que passe,
sento-me nesse limite

[[[[[[que, penso, ser sempre de limites a vida, os limites... amamos até ao limite, sonhamos com limites, vivemos até que os limites cheguem mas apenas quando pensamos ter chegado ao limite, abre-se o caminho e esperamos, voluntariamente, arrastando-nos até ao limite. quando deixarmos de o fazer, certamente teremos ultrapassado o limite. teríamos desejado continuar?[[[[[[[[

Grande T.i-----------------sem Poesia, apenas reflexão. estarei no limite?

num S orriso que te Abraça,
am


Enviado por Tópico
HelenDeRose
Publicado: 21/05/2014 17:43  Atualizado: 21/05/2014 17:43
Usuário desde: 06/08/2009
Localidade: Sorocaba - SP - Brasil
Mensagens: 2092
 Re: [da chuva se diz de tempestade]
Hoje sinto-me assim...um piano algures...

Boa tarde.