https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

Nalguns dias eu existo

 
“D’accord?”
Declino rosas, declino palavras latinas, declina o sol dentro de mim, são sete horas em ponto, 18 de Brumário, 31 Juillet 1987, ensinam-me os professores, les professeurs, magistrae.
Já não sei dividir sensações então escrevo-as juntas com a total consciência de nihil sub sole novum.
Pergunta-me de novo o Mestre: D’accord?
Acordar? É tudo sonho?
- E a vida, Felipe, como vai? - Perguntam-me Aqueles Teus Olhos.
A minha vida poderia ser bem melhor se fosse minha.
Não sei mais separar lágrimas e meu sêmen de minha corrente sanguínea nem com vírgulas.
Ao pó me rendo, rezo como defronte a um Deus grego. Em sânscrito deve existir alguma palavra que me defina perfeitamente.
Por toda parte há esse gosto de veneno que nunca esquecerei e nem mais lembro.
Tenho dúvidas eternas já sanadas se procrastino a morte após esse verso.
Ensinam-me que tudo é relativo, mas se tudo é relativo, como esse ensinamento pode ser levado a sério?
Segunda-feira tudo volta a ter esse gosto amargo de café e doutra vida que não consigo relacionar a essa que só vivo quando vivo quem sou e meus sonhos e mágoas d’anjo caído.
Lembrar de lembrar de nunca mais pegar nada emprestado: você sempre sujará o livro dos outros com manchas de café incuráveis. Sem salvação.
São veleidades e meus pesadelos me esperam para contar seus sonhos, como quem conta carneiros ou os fios de cabelo numa cabeça vazia, sem piedade ou paixão, sem resultado ou sentido algum, como as pessoas que alimentam esperanças ou amores ao invés de pombos.
“D’accord?”
Apenas olho e deixo na impressão que causo o sentido que o universo tiver para mim, ao menos naquel'instante.
Quem sabe nesse tudo-nada não haja O que busco pela vida inteira, que nunca encontrarei, mas que já tenho, como me dizem todas as filosofias, das mais baratas até as da Cosac Naify?
Je ne suis pas Rimbaud.

 
Autor
ferlumbras
 
Texto
Data
Leituras
765
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.