https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O QUE FAZ O SANGUE SER

 

Open in new window

Quadro de Vladimir Dunjic




Enquanto o corpo vai apagando
lentamente, meu coração vai crescendo,
reclamando um delicado prazer
desconhecido atravessado na aorta.

Não há mais espaço aqui dentro
para pequenas coisas, para
palavras e ritmos que não fazem
o sangue ser.

Descubro com gratidão
o tamanho de tudo que nunca foi medido
com os olhos nas horas e
nos momentos derradeiros
porque eles acordam todos
os meus deuses.

E é tão doce atravessar
todas as esquinas
com as mãos abertas,
sem querer mais nada além
do que apenas sentir.



Karla Bardanza
 
Autor
Karla Bardanza
 
Texto
Data
Leituras
1033
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 05/07/2012 12:38  Atualizado: 05/07/2012 12:38
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29299
 Re: O QUE FAZ O SANGUE SER
Palvara que me comovem, ao ler me emocionei, junto eu triste também fiquei

Lindo demais