https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

A pedra da calçada do chão que me guia a casa

 



Um amigo falou-me da minha tolice,
eu desesperado, consciente, lhe disse:
- È uma tolice que o meu ser ama!
Mas a amo com tal grandeza,
que do meu amor tenho a certeza,
minha alma não se engana.


Esse amigo disse que ela não me quer,
eu quero lá disso saber!!!
(disso sei, por isso sofro, com isso vivo)
Só me resta agarrar-me a este desejo
por tudo o que sinto quando a vejo
que agarra, me prende e me traz cativo...


É a pedra da calçada do chão que me guia a casa,
é a pessoa em que penso quando penso amar alguém,
é o sol da manhã que ilumina o meu coração,
por ela coro, choro, adoro, ignoro, namoro.
é um sorriso parvo, ignóbil, dimples que deploro
é, para já, a minha única e derradeira perdição!!


É um aperto tão forte no peito,
que parece ser difícil viver
sem saber que ela existe
seja comigo ou outro alguém;
É a ela e a mais ninguém
que o meu ser não resiste!


Sou fiel ao ardor,
amo esta espécie de verão
que de longe me vem morrer às mãos
e juro que ao fazer da palavra
morada do silêncio
não há outra razão.

Eugénio de Andrade

Saibam que agradeço todos os comentários.
Por regra não respondo.

 
Autor
Rogério Beça
 
Texto
Data
Leituras
892
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
1
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 13/12/2018 10:42  Atualizado: 13/12/2018 10:54
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade:
Mensagens: 3132
 Re: A pedra da calçada do chão que me guia a casa


Parabéns pela pedra da calçada


Mas a amo com tal grandeza,
que do meu amor tenho a certeza,
minha alma não se engana.




um abraço Rogério Beça