https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

Olhar-te

 
Tags:  amor    ternura    cumplicidade  
 
Olho-te, na profundidade do mar dos teus olhos, sinto-te a alma palpitar. Invado-te, consentes a minha entrada, abrindo-me o corpo, desvendando-me o espírito. Minhas mãos adentram-se na densidade suave dos teus cabelos de oiro, e minha boca prova o carmim dos teus lábios húmidos. Deixo os olhos abertos, e vejo-te na perspectiva de um beijo longo, num instante de intensa proximidade em que os corpos se tocam e as almas se amam.

Na memória guardo a tua imagem, o mar que se mescla com teus cabelos ondulados, o olhar que me chama, antes mesmo de me ter visto, o Sol põe-se detrás de ti, adormecendo o dia. Não sabes, mas a Noite espera-te para lá do último raio de luz.

No céu escrevi o teu nome, com as estrelas que agora brilham no teu peito. No vento, que te penteia chamei por ti, numa saudade antecipada, num grito premente. Não te vejo, não te toco, mas sei onde estás, conheço-te como sempre, sinto-te, cada vez mais, minha, como sempre foste, desde o primeiro instante em que brilhaste no meu firmamento.

 
Autor
Noite
Autor
 
Texto
Data
Leituras
988
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 04/12/2007 12:55  Atualizado: 04/12/2007 12:55
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3514
 Re: Olhar-te
Linda essa prosa.

Que tanto expressa o sentimento puro que sentimos pelo próximo.

Pela obra e pela forma com que a escreveu, tornou-se mágica a leitura.

Beijinhos

Enviado por Tópico
t u r t l e m o o n
Publicado: 03/02/2008 12:18  Atualizado: 03/02/2008 12:19
Super Participativo
Usuário desde: 16/11/2007
Localidade:
Mensagens: 167
 Re: Olhar-te
"Na memória guardo a tua imagem, o mar que se mescla com teus cabelos ondulados, o olhar que me chama, antes mesmo de me ter visto, " - maravilhoso!(eu tenho cabelos ondulados...hehe)

Noite, quem me dera q fosses vento, aroma de alfazema, simplesmente...o teu nome!

lindíssimas as palavras..bjs