https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Pesadelo

 
Pesadelo

Teus olhos feios de morrer
Chorando as tuas penas
Pareciam a chuva cantando
Em cima das nossas telhas.

Teus ouvidos eram moucos
As orelhas de elefante
Eu parecia um pinguim
E tu com ar importante.

Se o teu nariz fosse o meu
Não o queria nem por nada
Lembrava-me um papagaio
Sempre de ponta encarnada.

Quando olhava a tua boca
Ficava eu feito num trapo
Só te ouvia a coaxar
Como se fosses um sapo.

Mas que pesadelo tive
Que sonho atormentado
As tuas mãos eram lixa
E acordei todo arranhado!

Vólena


 
Autor
Volena
Autor
 
Texto
Data
Leituras
771
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.