https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Tudo amor

 

Tudo amor

Todos começamos por um acto de amor,
uma pequena semente, fica enraizada
um embrião que se vai abrir ao mundo
uma flor, rosa ou cravo já foi plantada.

Irá crescer num terreno macio e fofo
água, nutrimento, fartura alimentar
serenamente cálido, vai desenvolvendo
e no dia certo, vem no mundo despertar.

Um prodígio místico se opera, já nasceu
o botãozinho, chora desfolhando lágrimas,
talvez que aquele lugar, fosse o seu céu!

Uma agitação se gera, tudo tem um final.
A abençoada flor abriu as pétalas, respira,
a vida será cultivada, mas nada será igual.


 
Autor
Volena
Autor
 
Texto
Data
Leituras
437
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
3
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 20/08/2019 01:06  Atualizado: 20/08/2019 01:06
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16139
 Re: Tudo amor

Belíssimo soneto! O ideal seria se todos os seres vivos nascessem de um ato de amor e recebessem todo cuidado, sendo mantidos em condições favoráveis para seu crescimento e desenvolvimento, mas nem sempre é assim!
Beijos!
Neta (Janna)


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 29/08/2019 18:17  Atualizado: 29/08/2019 18:17
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9286
 Re: Tudo amor
Boa tarde Volena, teus versos enredam os ritos que dão forma a vida com muita sutileza, parabéns pelo vosso reflexivo poema, MJ.