https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Egocêntrico (Ó Poeta,Poeta!?...)

 
Tags:  poesia    poeta    poemas    luiz sommerville  
 
Open in new window

.

Egocêntrico

Todo o poeta
é um egoísta
quando morre
imagina todo o mundo a chorar
por ele
para ele voltar à Terra
imagina ele ,
todo o mundo lendo as suas poesias
como se ler matasse a fome de pão
como se ler salvasse os pobres de condição
ou como se escrever tornasse imortal
a videira do meu quintal
quando eu morrer
o mais que poderá acontecer
será o infinitivo do verbo
esquecer !
todo o poeta é um egoísta
queria ele que a mulher sofresse
a solidão de todos os tempos
para se consolar
e poder afirmar
a minha querida é minha
mesmo depois da vida !
quanta presunção
habita no estranho coração
do poeta
que pode ou não
ser
como se na Terra
não houvesse mais nada para fazer



Luiz Sommerville Junior

* Imagem da pintura Narciso de John William Waterhouse
 
Autor
sommerville
 
Texto
Data
Leituras
1996
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
6
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 10/03/2013 17:15  Atualizado: 10/03/2013 17:15
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9297
 Re: Egocêntrico (Ó Poeta,Poeta!?...)
Amigo Poeta
Sommer

O poeta é imortal na sua obra...ele morre mas os seus versos ficam por ai...sempre terá alguém que irá ler e então ele estará ali presente...bela inspiração
Bjus
Carol


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/03/2013 20:39  Atualizado: 10/03/2013 21:45
 Re: Egocêntrico (Ó Poeta,Poeta!?...)
Olá Sommerville!
Vc trouxe um tema extremamente complexo com abertura a mil temas de discussão, mas vou simplesmente me referir ao poeta, pois o poeta é "deus" omnisciente, omnipresente e por aí além nos termos da "sua" obra literária, se me permite acabo o comentário com este poema:

"…poeta
Que traças sozinho
Im.perfeitas as linhas opacas
Em cada traço um louvor
Em cada louvor uma dor
E ao chão te deitas
Sem renome
Que o humano és poeta?"

Funchal, 02 de Novembro de 2010

Maria Luzia Fronteira


Abraços
Luzia


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 13/03/2013 02:31  Atualizado: 13/03/2013 02:31
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Egocêntrico (Ó Poeta,Poeta!?...)
vestir o eu de uma roupa que está em outro
corpo. Não vou estragar essa belezura com minhas palavras.
Parabéns e obrigada. bjs

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 13/03/2013 15:02  Atualizado: 13/03/2013 15:02
 Re: Egocêntrico (Ó Poeta,Poeta!?...) p/ Sommer
Quando o poeta morrer,
mil sonetos de raiva e mal dizer
por vir a terra em breve tempo
tirar tanta gente do seu mal viver,
com rimas doces,versos de sonhos
fantasias dum mundo além mar,
além estrelas, além de nós
Quando o poeta morrer,
que dê aviso prévio, faça testamento,
conte seu lado negro mais assombroso
que é para na hora derradeira
esquecer-se do homem que ele foi, ó bondoso!
e continuar a ler, como nunca se soubesse
quem escreveu versos tão doces,
de lua tão prateada, versos para a amada...
Que é para na hora verdadeira
a matéria voltar a ser poeira
e somente os versos do poeta
continuarem a ser brancura de lua enamorada.

Vão-se os homens, ficam os poetas...






Está lindo o que escreveste, meu amor, mas ai de ti, ai de ti.


te amo!