https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Dói-me um poema...

 
Tags:  Coreografias    ai!...  
 
Dói-me um poema...
...aqui, sr. doutor, hoje é aqui...

-ai!

aqui, nas falanges dos meus dedos
prisioneiros das milícias dos meus medos...

-ai, ai!

aqui e aqui também me dói
doutor,
no cálamo das minhas penas...
na verdade, doem-me vários poemas
no peito, no ventre
nas costas e na mente.

Já não é simples achaque
doutor
já é ataque
se não me agarra
de caminho caio ao chão
ai, se ao menos houvesse uma palavra só
que me valesse
antes da doença me chegar ao coração!

-ai, que dor, que dó!

Diga-me doutor, tenha piedade
só quero uma palavra:
a verdade
-
já é lírica septicemia
não é?...

-ai, doutor
perdi a fé...
eu sei que não há cura
vou morrer de Poesia!...


Teresa Teixeira


 
Autor
Sterea
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1663
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
45 pontos
13
0
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/04/2013 13:54  Atualizado: 12/04/2013 13:54
 Re: Dói-me um poema...
Dê-me o telefone do seu médico.Eu também sofro desse mal: septicemia lírica, a minha é generalizada.
Ai que genial!

Bjs.

Enviado por Tópico
Clarisse
Publicado: 12/04/2013 17:09  Atualizado: 12/04/2013 17:09
Da casa!
Usuário desde: 24/09/2009
Localidade: aqui
Mensagens: 392
 Re: Dói-me um poema...
Olá Teresa,

Ah... Acho que essa patologia é contagiosa!
Melhor dizendo: contagiante.
Perigosa a Poesia
vamos todos morrendo, que hilariante!


Choveu, outra vez.
Clarisse Silva

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 12/04/2013 18:15  Atualizado: 12/04/2013 18:15
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29136
 Re: Dói-me um poema...
Uma dor de poema que encanta e ssa poesia magia

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 13/04/2013 07:57  Atualizado: 13/04/2013 07:57
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11165
 Re: Dói-me um poema...
Sterea,
Quando se é acometido desse mal, nem a morte serve de libertação. Tenho certeza de que noutro plano vai haver, para quem assim sente a vida, com os olhos da poesia, muito trabalhinho à espera para emitir, por ondas magnéticas, ideias e inspiração aos desencarnados de mente aberta.
Ou vais-me dizer que nunca te surpreendeste contigo própria a pensar...
"Mas donde é que isto me surgiu?"
Beijinhos, linda.
Nanda

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 13/04/2013 07:59  Atualizado: 13/04/2013 07:59
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11165
 Re: Dói-me um poema...
Ah, voltei cá, porque com toda a anterior divagação, até me esqueci do essencial.
Se voltei é porque o poema me o mereceu.
Coisa e culpa da tua verve que não é qualquer uma.
Beijinhos
Nanda

Enviado por Tópico
DomingosdaMota
Publicado: 13/04/2013 16:00  Atualizado: 13/04/2013 16:00
Colaborador
Usuário desde: 15/05/2010
Localidade:
Mensagens: 834
 Re: Dói-me um poema...
Será que «morrer de Poesia!...»,

é uma morte
sadia,

morte santa
e morrida,

ou matada
ou suicida?

Cara Teresa, a dor do seu poema é bem mais grave do que eu pensava quando também fiz um, mais ou menos sobre o tema, a que dei o nome de "efeitos colaterais".

Gostei.

DM

Enviado por Tópico
GabrielaSal
Publicado: 14/04/2013 03:59  Atualizado: 14/04/2013 03:59
Colaborador
Usuário desde: 19/01/2013
Localidade:
Mensagens: 793
 Re: Dói-me um poema...
Sterea: Que poema mais bonito
e bem feito (e pensado).
Quantas dores, e quantas... mas
o importante mesmo é morrer de
poesia!
E morrer com sua poesia, é tudo
de bom!
Beijo!

.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•`*´ Gabi
✫✫✫.♥

Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 14/04/2013 21:59  Atualizado: 14/04/2013 21:59
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6741
 Re: Dói-me um poema...
É doença grave.Mata-se e morre-se
dela e por ela.Maravilhoso!Favorito!
bj

Enviado por Tópico
antóniobotelho
Publicado: 15/04/2013 09:45  Atualizado: 15/04/2013 09:45
Da casa!
Usuário desde: 13/04/2010
Localidade: Aguiar da Beira - Guarda
Mensagens: 312
 Re: Dói-me um poema...
Bem, este poema está excelente, divino e muito criativo! Já há talvez dois anos que não passo aqui no luso-poemas nem escrevo qualquer coisa, mas este poema deu-me vontade de voltar!
Parabéns à Sterea!

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 15/04/2013 11:34  Atualizado: 15/04/2013 11:34
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8204
 Re: Dói-me um poema...
Não será doença, mas talvez mais (como diz o Caio) poema de palavras "alcoolíricas". Dose das bravas heim? rsss
Beijo

Enviado por Tópico
ÔNIX
Publicado: 15/04/2013 12:04  Atualizado: 15/04/2013 12:04
Colaborador
Usuário desde: 08/09/2009
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2695
 Re: Dói-me um poema...
Quando se consegue tocar o ponto - a origem que deu origem à dor, e se até nessa sã consciência existe um ponto para tocar tudo se consegue sarar .

No entanto a dor é mais forte, e saber como contornar esse ponto não é para todos. Só mesmo quem o consegue definir assim ...

Adorei o poema Sterea

Beijinhos

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 24/04/2013 03:39  Atualizado: 24/04/2013 03:39
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Dói-me um poema...
estou desenganada por todos os médicos.
morro de tua poesia (tem cura não) aff! bjs querida

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/04/2013 03:43  Atualizado: 24/04/2013 03:43
 Re: Dói-me um poema...
Bom demais de ler e de sentir!
Parabéns,Sterea