https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O que vi? O que vi?

 
Sou como o tempo que passa
Uma brisa da manhã
Um barco ao vento
Sou momento, sou momento.
Sou o sol que acorda
A chuva que cai
A nuvem que vem
Como o tempo, como o tempo.
Sou a flor que sorri
O ramo que parte
A criança que ri
Sou o que só eu vi.
O que vi? O que vi?
A maçã que comi
A onda que nasce
O lenço, a peixeira
O velho, a carris
A lancheira, a lancheira
A gota que cai
Sou um céu, sou um céu.
Uma pequena estrela
A concha na praia
Uma lua a nascer
Sapato descalço
Gata borralheira
Pinóquio e madeira
Sou a verdade que sente
A tua mentira.
Uma bela nascente
Uma flor e um guizo
Faço parte do tempo
Sou o vento, sou o vento.
A pequena cabana
Os faróis do teu carro
Sou a luz, sou a luz
Que ilumina o teu riso
O teu dente do siso
Perdi o juízo, perdi o juízo.
Sou a flor que cresci,
Sou a flor, sou a flor.
Do teu prejuízo
A morte mais certa
Sou Inferno, sou Inferno
O teu Paraíso.


Cristina Pinheiro Moita /Mim/

 
Autor
mim
Autor
 
Texto
Data
Leituras
458
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.