https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A verdade em cinco sentidos

 
O som segue pelo canal auditivo
de forma lânguida e dengosa
serpenteando, enrolando
em modo marcadamente esquivo
com uma discrição melodiosa
que suavemente vai embalando
a memória de um sentimento altivo
em acção permanente e buliçosa
que se vai domando.
A suavidade que se sente pela pele
com o toque sempre lento
de uma vontade de ter
um gosto de mel
que se vai distribuido ao vento
em jeito de se oferecer,
em jeito de prazer que impele
a um gesto sem tento
cheio de improviso de viver.
O sabor que repassa a língua
que se entranha nas entranhas
do sentido agradável do paladar,
do que acusa toda a míngua
resultante de todas as manhas
que de tão ímpias, fazem chorar
o céu, sol e a lua
por degustações estranhas
e satisfações de ralar.
O segredo do cheiro que penetra
condicionando a direcção
e o sentido do caminho
que se toma à letra
seguindo sem condição
um pastor sem colarinho
mas que segue e adentra
por traçado que não está no chão
e que só o deixa ir sozinho.
E o que se vê é igual
ao espelho que reflete,
que diz que esquerdo é direito
e que o que não é natural
facilmente se compromete
sem reverência ou respeito
pela regra fundamental,
em atitude de frete
saída de fora do peito.

Valdevinoxis


Nas troikas não há camaradas e da camaradagem não nascem troikas.


 
Autor
Valdevinoxis
 
Texto
Data
Leituras
659
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
JB
Publicado: 04/12/2006 18:10  Atualizado: 04/12/2006 18:10
Membro de honra
Usuário desde: 05/09/2006
Localidade:
Mensagens: 531
 Re: A verdade em cinco sentidos
só com todos os sentidos atentos se percebe o sentido destes sentidos...

Enviado por Tópico
rosamaria
Publicado: 04/12/2006 18:41  Atualizado: 04/12/2006 18:42
Colaborador
Usuário desde: 10/09/2006
Localidade: Mindelo - Vila do Conde
Mensagens: 1015
 Re: A verdade em cinco sentidos
olá Valdevinoxis
Gosto destes poemas assim, que me fazem ler um a duas, três vezes, e fico sem saber se percebi ou não, e volto a ler. Nota 10
jinhos
Rosamaria