https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Quinteto do Patinho Feio (ou Contos Nostálgicos Para Um Novo Espírito)

 
Tags:  poema    poesia    poeta    verso    download    cantinho do  
 
Quinteto do Patinho Feio (ou Contos Nostálgicos Para Um Novo Espírito)
 
 
É a tuberculose que se pega todo dia
Ouvindo a musica que se cria na janela
A inconstância renitente e a morte da ideia,
Sei que todos descansam,
Eu quero também.

A manifestação vai passando,
mas nem parece,
e até parece Carnaval
Com suas fantasias eles tentam se exibir
e essa nova doença é minha também.

Vou rolar os dados,
qual é sua classe de armadura?
Tire 10 pontos de vida.
Continuando a Aventura
que vejo todo dia debruçado na sacada.

Agonizando de dor
no palácio da justiça.
Pega o emplastro e vem cuidar de min,
seja sempre minha mulher maravilha
me acompanhando na inconstância renitente.

Abone minhas faltas,
conserte meu relógio,
oi tudo bem, como tu estas?
Eu te adoro, você é D+
por isso eu prego a morte da ideia.

Os manifestantes vão passando,
Vou rolar os meu dados,
Estou agonizando de dor
então abone minhas faltas,
se todos descansam eu quero também.

Eles vão se exibir,
eu continuo a aventura.
Seja sempre minha
pois eu te adoro você é D+.
Abone minhas faltas...

É a Tuberculose que se pega todo dia,
mas nem parece e até parece carnaval.
Qual é a sua classe de armadura?
E se há morte da ideia,
essa nova doença é minha também.

Vou rolar os dados
no palácio da justiça
e continuando a aventura
(só a inconstância renitente),
Mas se todos descansam eu quero também.


Vamos Unir nossos Poderes

Esse Poema faz parte do Cantinho do Poeta Feliz

Para Baixar na Integra
http://www.mediafire.com/download/dvp ... ntinho+do+Poeta+Feliz.rar

Incluído : Audiobook, E-book e a HQ Quinteto do Patinho Feio.
 
Autor
OTiagoM
Autor
 
Texto
Data
Leituras
825
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.