https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Serenata

 
Hoje estou aqui
Só pra te mostrar
O tanto que sofri
Na falta de te amar

A lua corre o céu
Depois morre no mar
Meus sonhos de papel
Dissoltos pelo ar

Na lua cor de prata
Tem nuvem de algodão
Te faço uma serenata
Te canto uma canção

Eu subo a escada
Eu beijo a sua mão
E nesta madrugada
Te dou meu coração

E toca uma toada
Meu velho violão:
Dlim, dlim, dlim,
Dlim, dlim, dlom...


Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
540
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
4
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Sedutora
Publicado: 01/07/2014 01:02  Atualizado: 01/07/2014 01:02
Da casa!
Usuário desde: 18/07/2013
Localidade: Paraná
Mensagens: 334
 Re: Serenata
Olá,boa noite Gyl!















































































































































































































Olá,boa noite Gyl!
Belíssimo poema,parabéns adorei.

Abraço!


Enviado por Tópico
martims
Publicado: 01/07/2014 11:11  Atualizado: 01/07/2014 11:11
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6794
 Re: Serenata
Uma paixão que corre pela veias, toado pelos sentimentos do coração, sonhos que mentaliza do anor a ternura do sons desse lndo violão, compassos que é intensa emoção.

Uma maravilha de poema