https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

a menina do meu sonho...memórias

 
O outono ía adiantado com o sol no ocaso inflamado de vermelho, na eira recolhiam-se os últimos cereais que depois de malhados se lançavam ao ar para que o vento os joeirasse, via fazer estes trabalhos, apercebia-me de como a vida era difícil principalmente para quem ganhava o pão com o suor do rosto...ainda agora saboreio as lembranças que se multiplicam no meu pensamento...hoje posso ser uma filha estranha nesta terra que é minha, pois quem partiu já não está para me abraçar ou para se alegrar com a minha presença, mas na memória do meu sentir essas pessoas estarão presentes para sempre, há pessoas e momentos que se eternizam na nossa memória, assim, as emoções de lembrá-las são relíquia.

Já o sol cai a pique
Avé-Marias festivas
deixem que aqui fique
com lembranças vivas

Espreito o largo da igreja, sem que ninguém me veja, a lembrança surge imediatamente, de mim menina aqui brincando e logo se sobrepõe a tudo o resto, embora o passar do tempo deixe marcas no corpo e na alma trago sonhos a bailar-me nos olhos, os mesmos sonhos!... caídos agora no silêncio, quebrados pela voragem do tempo provocando em mim ansiedade que me oprime à medida que o tempo avança. Olhei a casa do lado de lá na banda de além, mergulhei numa escuridão interior, olhei o céu, depois o rio, as flores, as hortas sossegadas e tudo me pareceu tão deprimido quanto eu, embora num paraíso adormecido, onde só a aragem do vento fazia com que as folhas acordassem e eu perdida por entre a folhagem, na tentativa de equilibrar a mente de serenar o espírito para ganhar alento e continuar o sonho. Olho a menina de novo, esperançada que me dirija um sorriso, segue junto ao rio com a sua graciosidade inundada de luz como se se tratasse duma princesa, meus olhos ficam exaustos, o sonho me imobiliza...um dia eu e ela atravessaremos juntas a ponte, juntaremos os brinquedos quebrados com que brincámos, os raios solares sobre a folhagem virão banhar-nos o rosto e envelheceremos as duas como se não nos tivéssemos distanciado nunca.

natalia nuno
rosafogo



Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1240
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
8
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Robertojun
Publicado: 08/07/2014 13:20  Atualizado: 08/07/2014 13:20
Colaborador
Usuário desde: 31/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 2188
 Re: a menina do meu sonho...memórias
Olá, rosafogo!

Belíssima prosa poética.

Adorei ter lido.

Parabéns!

Abraço,
Roberto Jun

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/07/2014 13:57  Atualizado: 08/07/2014 13:57
 Re: a menina do meu sonho...memórias
Que lindo Natália, lembranças é só o que nos resta
Mas é bom recordar.
Lí um poema infantil seu no portal avesp. Adorei
Abraço amiga

Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 08/07/2014 19:53  Atualizado: 08/07/2014 19:53
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 5348
 Re: a menina do meu sonho...memórias
Olá Poetisa,

Parabéns!!

Uma prosa
poética
cheia de
maestria.

Beijos,

Mary Jun

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 09/07/2014 18:56  Atualizado: 09/07/2014 18:56
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: a menina do meu sonho...memórias/aos amigos
Obrigada aos amigos que passaram e leram esta minha prosa.

Um abraço afectuoso para todos.

Enviado por Tópico
VCruz
Publicado: 12/07/2014 22:44  Atualizado: 12/07/2014 22:44
Colaborador
Usuário desde: 08/06/2011
Localidade:
Mensagens: 679
 Re: a menina do meu sonho...memórias
Natália, adoro tuas prosas. Sempre tão vivas, que me transportam.
Obrigada!
Bjão
V.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/07/2014 23:31  Atualizado: 16/07/2014 23:31
 Re: a menina do meu sonho...memórias
Olá Natália

E com estas lembranças vivas
Que ficarão para a eternidade
Te darão sempre novas vidas
Neste grande mar de saudade!

Prosa onde cada palavra tem um cunho de realidade e acabam por ser fontes de vida!

Beijo

João

Enviado por Tópico
ManoelDeAlmeida
Publicado: 30/07/2014 20:20  Atualizado: 30/07/2014 20:20
Colaborador
Usuário desde: 30/05/2011
Localidade: Campo Grande/MS - Brasil
Mensagens: 835
 Re: a menina do meu sonho...memórias
Uma poesia feita de memórias, não de uma depressiva nostalgia lembrança, mas da saudade sendo "matada" com a visita a lugares, coisas e pessoas,... Um reviver, um voltar no tempo e com fim final de arrepiar. Abraço,