https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

Gazal do pranto de um suicida

 
Tags:  centelha    rosa vermelha    liberto    erma campa    anelo  
 
"... Não vagaria outra vez pelo mundo, assim perdido e confuso,
não me agradaria ser apenas mais um espectro desvalido...”

----------------------------------------



- Gazal do pranto de um suicida -



Se me levantassem da erma campa onde tenho dormido...
Se momento fugaz outra vez da vida me fosse permitido...

Se despertado do sono pesado eterno, da tumba liberto,
renderia graças plenas a quem tivesse meu desejo acolhido.

Não vagaria outra vez pelo mundo, assim perdido e confuso,
não me agradaria ser apenas mais um espectro desvalido.

Esperaria tão só, numa primavera colher apenas uma rosa,
das tantas mais belas que encontrasse um vergel florido.

De bom grado, nada mais desejaria, já seria de grande valia,
consentido o anelo simples, não era ele assim tão descabido.

Nada mais buscaria no orbe revisitado que uma rosa vermelha,
diante dela, meu desejo singelo teria já sido todo ele atendido.

Rubra rosa, mais bela flor como aquelas de que tanto gostavas,
que eu te ofertava com tanto amor ante teu olhar embevecido.

Rubras rosas, lindas flores para mim sempre foram centelhas,
fulgores da vida que fiz terminar depois de surdo estampido.

Centelhas apagadas da minha vida perdida que se foi tão cedo,
muito embora o caminho seguido, tivesse eu próprio escolhido.

Centelhas luminosas, eram faúlhas do teu amor que não pude levar,
para minha última morada onde por tempos e eras tenho dormido.



03082014

--------------------------------------------------------------
©LuizMorais. Todos os direitos reservados ao autor. É vedada a copia, exibição, distribuição, criação de textos derivados contendo a ideia, bem como fazer uso comercial ou não desta obra, de partes dela ou da ideia contida, sem a devida permissão do autor.



" ...descrevo sem fazer desfeita,
meu sofrer e meus amores
não preciso de receita
muito menos prescritores."




 
Autor
LuizMorais
 
Texto
Data
Leituras
602
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
4
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/08/2014 09:33  Atualizado: 05/08/2014 09:33
 Re: Gazal do pranto de um suicida
bela construção poética. parabéns, Luiz.

Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 05/08/2014 12:33  Atualizado: 05/08/2014 12:33
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: Gazal do pranto de um suicida P/Luiz Morais
Uma ode cheia de encanto musical. Muito bela! Abraço. Vólena

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/08/2014 15:07  Atualizado: 05/08/2014 15:07
 Re: Gazal do pranto de um suicida
Não vagaria outra vez pelo mundo, assim perdido e confuso,
não me agradaria ser apenas mais um espectro desvalido.

Neste mundo ou outros, assim é o mergulho da alma aprendiz. luz

Enviado por Tópico
LuizMorais
Publicado: 05/08/2014 22:20  Atualizado: 05/08/2014 22:20
Luso de Ouro III
Usuário desde: 29/01/2012
Localidade: Piracicaba - SP
Mensagens: 2153
 Re: Gazal do pranto de um suicida
Ao Aquazulis, Volena e Luz:

Grato pelas leituras e comentários.
Luiz Morais