https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Anacrônico

 
Em cada fração do tempo vejo transcender a estética
Da face que menina o sorriso é a luz do meu instante
Risco teu olhar rasgado na forma de uma arte poética
Em época densa que me é dor quando você distante

Escrevo versos com a esperança do teu crivo dialético
Enxergar-me livre da ilusão de um poema brilhante
Ao real do teu olhar na cor de uma atração frenética
Desanuviando o meu desejo de um sonho nu e errante

Vestindo-me em ti pela inércia da espessura do presente
Ao encontro do pulsar de quem me faz sorrir o coração
Pela ciência que torna belo este sentir infantil e ardente

Anulando o que me destoa do possível que se sente
Pelo intervalo que o disfarce não esconde a emoção
Em cotidiano existente, mas que pra ti sou distante


Murilo Celani Servo

 
Autor
murilocs
Autor
 
Texto
Data
Leituras
507
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
31 pontos
1
3
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/11/2014 00:29  Atualizado: 07/11/2014 00:30
 Re: Anacrônico para Murilo.
*que o sorriso te acompanhe.
rico e instigante poema.
beijoka*