Sonetos : 

Amo-te, nada mais posso dizer

 
Amo-te! Nada mais te poderia dizer.
Que serão palavras diante dos olhares?
De anseios feitos, em moldes dos pesares
Da certeza que jamais irei te ter!

Amo e expiro! Morro todo dia.
No amor em que deveria renascer
Esse, que acreditava ser meu guia
E é somente a razão de me perder.

Mas sendo justo, é nele que renasço
Relapso, das cinzas de desesperanças
E zeloso dessas falsas confianças.

Mas sigo incauto, jubiloso no fracasso
De, solícito, intentar te esquecer.
Amo-te tanto e nada mais posso dizer!


Benjamim H.

 
Autor
BenjamimH
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1140
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
29 pontos
9
6
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
A.C.O.R
Publicado: 16/01/2015 05:21  Atualizado: 16/01/2015 05:21
Colaborador
Usuário desde: 17/10/2013
Localidade: Lisboa
Mensagens: 740
 Re: Amo-te, nada mais posso dizer
Gostei do seu poema.


Enviado por Tópico
Ro_
Publicado: 16/01/2015 10:07  Atualizado: 16/01/2015 10:07
Membro de honra
Usuário desde: 25/09/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 3985
 Re: Amo-te, nada mais posso dizer
Lindo poema de amor!
Adorei tua escrita!

*-*


Enviado por Tópico
Álvaro
Publicado: 17/01/2015 00:18  Atualizado: 17/01/2015 00:18
Da casa!
Usuário desde: 02/09/2009
Localidade: Serra Talhada - Pe
Mensagens: 268
 Re: Amo-te, nada mais posso dizer
Gostei e nada mais posso dizer!! Parabéns


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/01/2015 00:24  Atualizado: 17/01/2015 00:24
 Re: Amo-te, nada mais posso dizer
Eu posso dizer que amei o soneto.
Parabéns poeta


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/10/2015 02:11  Atualizado: 17/10/2015 02:11
 Re: Amo-te, nada mais posso dizer
lindo e profundo.

prbns Poeta.