https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Solidão : 

Negação do Amor

 
Tags:  negação  
 
Negação do Amor

Eu nunca te enamorei,
Foste mulher encontrada
Pelo desespero faminto
Dum solitário confesso.
Eu jamais te desejei,
Ou te disse: Minha Amada!
Nada que disse já sinto
- Palavras ocas de professo.

Dei-te, alguma vez, rosas,
Cravos, jasmins, alfazemas?
Beijei teu corpo inteiro,
Bebendo fonte sedenta?
Nomeei-te mais formosa
Dedicando-te poemas?
Não fui mais que aventureiro,
navegando na tormenta!

Nada és, não te amarei,
Colhendo-te tenra flor,
Sonegando-te à nascença,
Tua beleza ofertada.
Nem por ti, nem deuses, nem lei,
Me obrigará, de teu odor Inalar,
Tal rude sentença perpétua...
És a minha morte ditada!


Poet@ sem Alm@
João Loureiro


Open in new window

Lisboa, 13/07/2015.
 
Autor
Poeta.sem.Alma
 
Texto
Data
Leituras
337
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.