https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Apenas imagens de um tempo de venturas

 



As imagens não desvanecem na retina,
ainda me lembro com alguns detalhes
que esse tempo inexorável respeitou.
Lembro de você, ainda quase menina
mas de porte gracioso, gentis os talhes,
encantos que nestes anos só ampliou.

Seus olhos verdes, os cabelos escuros,
em harmonia com o corpo bem ajustado,
sorrisos rasgados e o doce jeito de ser.
Despertou-me desejos talvez impuros
que contive e abafei, restando enlevado,
um terno e doce sentimento a florescer.

Amei você mesmo quase menina que era,
uma platônico amor que julguei sem fim,
tantos momentos de êxtases supremos.
Foi como encantos de uma primavera,
que vi o tempo passar naquele jardim
aonde tantos enlevos de amor vivemos.

Por que jamais foi minha, um dia partiu,
buscando saciar os desejos incipientes
e iniciei o caminho por estradas escuras.

Restaram desejos, de um sonho que ruiu,
poemas tristes com versos tão dolentes,
apenas imagens dum tempo de venturas.



De arrebatada figura,
sou altivo, sou forte,
não carrego lutos e mágoas,
até um dia enganei a morte,
na sua faina de colher almas
e renasci.

 
Autor
Warmien
Autor
 
Texto
Data
Leituras
282
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
2
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
RayNascimento
Publicado: 15/09/2015 12:29  Atualizado: 15/09/2015 12:29
Membro de honra
Usuário desde: 13/03/2012
Localidade: Monte Roraima - Brasil
Mensagens: 6401
 Re: Apenas imagens de um tempo de venturas
Versos pueris derretido
Nas mãos avidas do poeta
Na saudade estrangulada
Que rasga a pele do poema.

Ray Nascimento