https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

MAL DO SÉCULO

 
Tags:  SONETOS 2015  
 
MAL DO SÉCULO

Não me interessam dúvidas burguesas,
Tampouco rebeliões de carbonários.
Sim atravessar noites junto a vários
Boêmios que poetando em toscas mesas.

Por vir compartilhar rimas inglesas,
Entre belas polacas e canários,
Reencontremos a angústia, perdulários!
Perdidas já, uma a uma, as vãs certezas...

Saborear, sobretudo, o verde absinto,
Cujo doce ritual de seus vapores
Faz percorrer em sonho um labirinto.

N'um desperdício pródigo de vidas,
Seguir amando vícios onde dores
Permitam-me o prazer por pervertidas.

Betim - 13 10 2015



Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
352
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
0
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.