https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

CRÔNICAS D'EL REY - soneto terceiro

 
Tags:  SONETOS 2012  
 
CRÔNICAS D'EL REY - soneto terceiro

Glosa o mote da vã sabedoria:
--”Quem pelas convicções mais verdadeiras
Por extremos de tão móveis fronteiras,
Derrota após derrota conhecia...”

“O Reino em expansão nos florescia,
Quando ascendi ao trono por maneiras
Tão vis que eu nem sequer às derradeiras
Palavras de meu pai obedecia.”

“Eu fora convencido por bandidos
A reinar os nomeando meus validos,
Movido por urgências do momento.”

“Feito por fazedores de maus reis,
Governava ao arrepio já das leis,
Por não valer ao sábio em sofrimento”.

* * *




Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
363
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
RicardoC
Publicado: 19/10/2015 13:00  Atualizado: 19/10/2015 13:00
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2015
Localidade: Betim - Minas Gerais - Brasil
Mensagens: 4418
 Re: CRÔNICAS D'EL REY - soneto terceiro
Série de sonetos que evoca o fim do reinado de D. João IV no Rio de Janeiro.

Enviado por Tópico
RicardoC
Publicado: 21/10/2015 12:10  Atualizado: 21/10/2015 12:10
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2015
Localidade: Betim - Minas Gerais - Brasil
Mensagens: 4418
 Re: CRÔNICAS D'EL REY - soneto terceiro
Saudações, luso-poetas.

Concluo hoje a coroa de sonetos "CRÔNICAS D'EL REY", sobre o fim do reinado de D. João Vi no Brasil. Tal como nas outras séries publicadas, publicarei a série inteira reunida para permitir a leitura em sequência dos sonetos e os efeitos próprios do formato cíclico da "coroa".

Espero que aprecieis.

Abraços, Ricardo Cunha.