Poemas -> Tristeza : 

Fogo Ardente

 
Mais uma noite chegou,
mais sentida do que qualquer outra.
Um dia passou,
fechou-se mais uma porta.

por entre cada perpendicular esquina,
por entre cada vertice desta vida,
casa habitada por sentimentos,
qua nascem como rebentos.

uma lareira beijando um recanto,
que emana suave calor,
doces odores de encanto,
quentes de amor.

arde e volta a arder,
este fogo intenso,
ate que algo o amaina
surgido do nada.

este triangulo quebrado,
despedaçado por entre cinzas,
mas ainda com brazas em seu comando,
que teimam em não perder o seu espanto.

qual chama delineada,
por entre cerrado fumo,
assim vai a minha vida,
por entre este mundo.

a vida é bela,
e continuará a ser sempre,
mas ate a beleza que encanta,
fere de um modo presente.

não tenho mais palavras...
para dizer aquilo que sinto,
mas para qué escrever rimas,
se ja estao escritas linhas,
dentro do meu ritmo.




SP.

 
Autor
Sam_Pereira
 
Texto
Data
Leituras
1504
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 02/01/2007 07:39  Atualizado: 02/01/2007 07:39
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3514
 Re: Fogo Ardente
Que noite intensa, linda e ardente.
Adorei.

beijinhos